Anúncios

A chuva nos próximos 10 dias terá seus maiores acumulados no Brasil do Centro para o Norte do país com acumulados muito altos em alguns estados. Veja mais detalhes e mapas no vídeo. 

Sul 

Na Região Sul, a chuva será melhor distribuída no período e volta a chover mais forte no Rio Grande do Sul. Serão dois eventos de chuva no período: o primeiro entre esta terça e a quinta com o avanço de uma frente fria e um segundo ao redor do dia 21 de março. Os volumes vão oscilar entre 50 mm e 100 mm em muitas áreas da região no período.

Sudeste 

No Sudeste, a chuva fica mais concentrada no Sul da região, especialmente no estado de São Paulo, Sul de Minas Gerais e em parte do Rio de Janeiro. 

Atenção especial à Serra da Mantiqueira que volta a ter chuva forte. Nessas áreas, a previsão indica acumulados entre 50 mm e 100 mm. 

Já em grade parte de Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro a chuva não soma nem sequer 30 mm no período. 

Centro-Oeste

No Centro-Oeste, o estado de Mato Grosso, que já tem cidades em situação de emergência devido ao excesso de precipitação, seguirá com os maiores volumes de chuva.Em alguns pontos, novos extremos poderão ocorrer com previsão de até 200 mm.

Entre Goiás e Mato Grosso do Sul, em geral, o volume irá oscilar entre 50 mm e 100 mm. 

Nordeste

No Nordeste, a chuva diminui bastante nos setores Sul e Leste da região. Entre o Maranhão, Piauí e o Ceará ainda chove bastante com acumulados que em alguns pontos poderão chegar a 300 mm.

Já entre o interior de Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e grande parte da Bahia o período será de escassez de chuva com expectativa de volumes inferiores a 25 mm. 

Norte

No Norte do país, a chuva segue bem distribuída e com acumulados superiores a 150 mm no Norte do Pará, partes do Amazonas e Acre. Em boa parte da região os acumulados poderão superar os 100 mm.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios