Anúncios

A passagem de uma linha de tempestades pelo Rio Grande do Sul entre a noite de ontem (28) e a madrugada de hoje trouxe transtornos em diversas regiões do Rio Grande do Sul, apesar de menores. 

A linha de instabilidade trouxe rajadas de fortes em muitos locais com registros de falta de luz em diversos municípios. Na região de Uruguaiana e Quaraí, as rajadas mais fortes ficaram entre 80 km/h e 95 km/h com queda de árvores, falta de luz e danos em estufas. Postes caíram na área rural de Quarai. 


Em Bagé, as rajadas chegaram a 83,5 km/h. Tupanciretã teve vento de 74 km/h. Outras localidades, que não contam com estações meteorológicas, igualmente tiveram vento forte durante a madrugada. No quilômetro 437 da BR-290, entre São Gabriel e Rosário do Sul, árvores caíram na pista devido ao temporal. 

No Norte do Estado, no final da madrugada de hoje, passageiros de ônibus de excursão vindo do Paraguai se juntaram na tentativa de remover uma árvore que obstruia as duas pistas da ERS129, próximo ao trevo de Casca. 

Ainda no Norte gaúcho, bombeiros voluntários de Não-Me-Toque atenderam diversas ocorrências na madrugada para desobstrução de ruas. Houve queda de árvores e galhos com a força do vento. Uma escola foi parcialmente destelhada. 

Temporal em Marau por volta das duas da manhã deste domingo provocou destelhamentos, quedas de árvores e poste. Os bombeiros receberam 30 chamados para atender as ocorrências.


Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

O risco de temporais isolados segue no Noroeste e no Norte do Rio Grande do Sul, além de Santa Catarina e o Paraná, alerta a MetSul. 

Anúncios