Anúncios

O nível do Lago Guaíba no Cais Mauá segue muito baixo em Porto Alegre. A chuva que caiu nos últimos dias e na madrugada de hoje na Capital não foi volumosa para elevar o nível e os bancos de areia seguem aparecendo. As imagens abaixo foram registradas na manhã deste domingo pelo fotógrafo Fernando de Oliveira.

Considerando as leituras apenas do meio-dia (o nível varia ao longo do dia muito pela força do vento), o Guaíba atingiu seu menor nível na quarta-feira com 0,25 metro. A marca é muito baixa e bastante inferior ao nível médio normal para o mês de novembro no cais de 0,72 metro. Na quinta, o nível subiu para 0,39 metro. Na sexta-feira para 0,56 metro. Ontem, a marca na régua do Cais Mauá era de 0,45 metro. E neste domingo de 0,44 metro.

A forte baixa do Guaíba decorre de dois fatores. Primeiro, a estiagem que atinge o Rio Grande do Sul e traz precipitações abaixo a muito abaixo da média histórica nos principais rios que deságuam no Guaíba: Jacuí, sistema Taquari-Antas, Sinos-Paranhana, Gravataí e Caí. Além disso, o vento do quadrante Norte favoreceu o rápido escoamento das águas para a Lagoa dos Patos, contribuindo para baixa do nível do manancial.

A tendência é que o Guaíba suba durante a semana pela chegada da vazão rios que têm suas nascentes no Norte e no Nordeste do Estado, onde a chuva foi mais volumosa, apesar da chuva ter tido baixos volumes em Porto Alegre. Choveu mais de 50 mm nas nascentes de rios como o Jacuí e o Taquari.

Anúncios