Anúncios

Violentos temporais atingiram ao longo deste sábado diversas regiões do Paraguai com força destrutiva em alguns locais. Houve vendavais intensos e queda de granizo que em algumas localidades chegou a ter tamanho grande a gigante. A instabilidade acompanha um centro de baixa pressão sobre o país e o avanço de uma frente fria.

AMPY/Divulgação

AMPY/Divulgação

AMPY/Divulgação

A MetSul alertava para o risco de tempestades muito severas e, inclusive o risco de formação de tornados no país, durante este sábado sob um ambiente explosivo de instabilidade capaz de gerar múltiplas supercélulas de tempestade. Uma impressionante nuvem funil, que não chegou a tocar terra, foi documentada em vídeo.


Diversos departamentos do Paraguai foram castigados por tempo severo ao longo do dia com nuvens de enorme desenvolvimento vertical que chegaram a fazer o dia virar noite em alguns pontos.

Inicialmente, houve a formação de um sistema convectivo de mesoescala (aglomerado de nuvens de temporal) e agora à noite está configurada uma linha de tempestades muito intensa capaz de gerar fenômenos muito severos que atua principalmente do Centro para o Norte do Paraguai.

O risco de tempo severo é muito alto nesta noite no Norte do Paraguai, no Sul do estado do Mato Grosso do Sul e no Paraná. O Oeste do Paraná já teve temporais durante este sábado com a atuação do sistema convectivo no Paraguai. O município de Jesuítas foi atingido por pedras de granizo de grande tamanho.

O grande risco de tempo severo neste domingo é nos estados do Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Paraná na primeira metade do dia e o interior de São Paulo, não se descartando que os temporais alcancem até o Sul de Goiás e o Triângulo Mineiro. Em São Paulo, o Oeste paulista será a área de maior perigo de tempestades fortes.

SMN/NOAA

O impressionante alinhamento de tempestades que se observa agora nas imagens de satélite vai avançar para o Mato Grosso do Sul, o Paraná e o estado de São Paulo. Os três estados têm alto risco de temporais isoladamente fortes a severos com danos.

A maior preocupação, porém, é com o estado do Mato Grosso do Sul que deve enfrentar condições muito perigosas de tempo severo nas próximas horas com tempestades localmente violentas e com alto potencial destrutivo por vento e granizo.

O ambiente atmosférico será propício ao registro de tempestades muito severas com episódios isolados severos de vento forte em que há risco de fortes vendavais por frentes de rajadas, violentas correntes descendentes de vento (microexplosões ou downburst) e mesmo o risco de tornado isolado.


No Rio Grande do Sul, com o avanço da frente fria para Norte, a instabilidade diminui e o tempo começa a melhorar em diversas regiões. A instabilidade cede também a partir do Oeste de Santa Catarina, onde cessa o risco de temporais.

Ao longo do domingo, massa de ar mais frio ingressa no território gaúcho e o dia terminará com temperatura baixa em diversas áreas do Estado, o que vai proporcionar um começo de segunda-feira frio para o fim de outubro.

Anúncios