Anúncios

A MetSul alerta que o período de tempo seco e frio está com as horas contadas e que o tempo terá uma grande mudança neste domingo com áreas de instabilidade associadas a ar quente e muito instável em baixos e médios níveis da atmosfera que vai tomar conta do Sul do Brasil. Até terça o tempo não firma e estará sujeito à chuva e temporais no Sul do Brasil.

É alto o risco de chuva localmente forte no Rio Grande do Sul e em pontos de Santa Catarina e do Paraná amanhã e segunda. Chuva será irregular, mas em algumas áreas volumosa. Modelo WRF na sua projeção até 9h de segunda-feira (veja o mapa) indica os maiores volumes do Centro para o Sul gaúcho. Na sequência, da tarde pra noite de segunda e na terça, a chuva avançará para Norte acompanhando a frente que deixará de ser um ramo quente para se converter em fria. Não raro os modelos subestimam volumes de chuva na atuação de frentes quentes.


Há risco elevado de granizo no Sul do Brasil neste domingo e na segunda. Frentes quentes tradicionalmente provocam granizo de variado tamanho, às vezes com danos. Risco indicado pelos modelos é muito mais alto para a segunda, particularmente à tarde. Veja no mapa a projeção de potencial de granizo do modelo GFS para a tarde de segunda.

Vento aumenta neste domingo e sopra moderado com rajadas do quadrante Norte em pontos do Centro gaúcho, Metade Norte do Rio Grande do Sul e Oeste Catarinense, o que favorecerá forte aquecimento e temperatura elevada com abafamento.


Na segunda, principalmente, pode ventar forte de Norte na Metade Norte e parte de Santa Catarina. Isoladamente podem ocorrer rajadas mais fortes. Corrente de jato em baixos níveis atuará no Sul do Brasil, o que acabará por gerar padrão divergente de vento (cisalhamento), de forma que não se pode descartar eventos severos de vento muito localizados.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios