Anúncios

Onda de tempestades castigou a Argentina no fim de semana. Granizo gigante, que teve até 8 cm de diâmetro, caiu em pontos das províncias de Córdoba e San Luis. Videos de carros foram furados pelas pedras enormes de gelo. A final da Libertadores somente ocorreu ontem porque no sábado a chuva muito intensa alagou a Bombonera


. A cidade de Buenos Aires teve 130 mm no sábado, dia mais chuvoso em novembro na capital argentina desde 1990. Em La Plata, a chuva do sábado somou 220 mm, o quarto maior volume de chuva na cidade desde 1911.

Centro e o Norte da Argentina e o Uruguai seguem sujeitos à chuva excessiva e tempestades severas com vendavais, granizo até grande, e risco de tornados localizados hoje e amanhã à medida que área de baixa pressão se aprofundará e dará origem a ciclone na costa da província de Buenos Aires amanhã.

A frente fria associada ao ciclone, então, avançará para Norte, alcançando o Rio Grande do Sul. Aí o tempo severo será ameaça aqui.

Antes de chegar a frente, fortes rajadas de vento Norte quente e seco ocorrerão no Estado amanhã, podendo causar transtornos em algumas cidades. Na sequência, no avanço da frente pelo território gaúcho ao longo da terça, são esperados temporais em diversas regiões e que poderão ser muito fortes e com alto risco de danos.


A frente e os temporais atingem o Oeste, região de Uruguaiana, já no fim da madrugada ou manhã desta terça, deslocando-se durante o dia para as outras regiões, que ainda terão sol e calor muito intenso (36ºC a 38ºC) antes da virada do tempo.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios