Anúncios

A MetSul Meteorologia alerta para condições de forte instabilidade atmosférica no Rio Grande do Sul entre esta terça e a quarta-feira . Rápido aprofundamento de centro de baixa pressão dará origem a um ciclone extratropical na costa da província de Buenos Aires.


A  frente fria associada ao ciclone trará chuva excessiva de até 150 mm e tempestades severas no começo do dia pras províncias argentinas de Entre Rios e Santa Fé, já castigadas por tempo severo, organizando-se uma linha de temporais que atingirá com força o Oeste do Uruguai e vai avançar pro Rio Grande do Sul.

Essa linha atinge o Oeste gaúcho e parte do Sul do Estado na madrugada e manhã desta terça (mapa com projeção do modelo WRF) com chuva muito volumosa e temporais com fortes rajadas de vento e granizo. O risco de tempo severo é maior no Oeste, onde alguns pontos podem ter 100 mm a 150 mm entre hoje e amanhã.

Nas demais regiões, o sol aparece com nuvens e o vento Norte traz intenso calor e abafamento antes da virada do tempo. Os vales, a Grande Porto Alegre e o Noroeste gaúcho podem ter maximas de 36°C a 39°C. Na Serra, as máximas em alguns municípios podem atingir 32°C a 34°C.

No decorrer do dia, a frente avança lentamente até que entre a noite desta terça e a manhã da quarta alcance o Norte e o Nordeste gaúcho, Santa Catarina e o Oeste do Paraná. Por isso, o tempo só vira na quarta em partes mais ao Norte-Nordeste do Estado com o pior da instabilidade durante a terça no Oeste gaúcho.

Mesmo assim, pelas altas taxas de instabilidade e o calor, podem ocorrer pancadas de chuva e temporais isolados antes da frente. A frente fria trará condições para chuva intensa com altos volumes em curto período e temporais que podem gerar granizo e vendavais.


Com uma corrente de jato (vento) em baixos níveis sobre o Estado, o risco de formação de tornados existe. O jato atua nesta terça mais no Oeste e no Sul gaúcho e estará sobre o Norte e o Nordeste do Estado na quarta.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios