Anúncios

Um novo episódio de tempo severo atinge o Rio Grande do Sul neste fim de semana. O sábado teve temporais durante a manhã no Sudoeste do Estado com o avanço a partir do Uruguai e da Argentina de nuvens muito carregadas. Em algumas cidades da fronteira, o dia virou noite na manhã de sábado, com chuva forte e rajadas de vento.



Temporal em Bagé por João Vitor Souza


Temporal em São Gabriel por Valério Torres


RS-158 entre Rosário do Sul e São Gabriel por Carlos Eduardo da Luz


Temporal em Quaraí por Fabiana Borges

O pior, contudo, estaria reservado para a tarde. Tempestade severa atingiu Porto Alegre e região pouco depois das 18h. O vento atingiu 83 km/h no Aeroporto Salgado Filho, mas a MetSul acredita que as rajadas possam ter alcançado velocidade maior em outros pontos da cidade. Impressionante formação de nuvem pesada avançou sobre a Capital, trazendo o forte temporal (sequência de imagens registradas por Fernando Mainar).


Choveu torrencialmente com alagamentos em Porto Alegre. O Trensurb chegou a deixar de operar no começo da noite. Centro, zona Norte e parte da zona Leste foram as áreas mais atingidas na cidade. Incrível quantidade de raios atingiu a Capital, especialmente os nuvem-solo que trouxeram trovões fortíssimos. Cerca de meio milhão de pessoas estavam sem luz só em Porto Alegre no começo da noite de sábado. O temporal ocorreu no momento em que Grêmio e Cruzeiro jogavam no Olímpico, situação de alto risco, com muitas descargas na área do Olímpico.


Iluminação dos refletores do Olímpico (à esquerda da foto) e raios sobre a cidade por Fernando Mainar


Raios sobre o Estádio Olímpicos por Wesley Santos da agência PressDigital


Chuva intensa no jogo Grêmio X Cruzeiro por Richard Ducker

A tempestade severa que atingiu a Capital decorreu de área de instabilidade intensa e bastante localizada diretamente relacionada ao calor e à umidade que funcionaram como combustível para a sua formação. A máxima atingiu 36,8ºC à tarde em Campo Bom. Veja na animação das imagens de satélite como a instabilidade avançou forte do Uruguai para o Rio Grande do Sul, mas perdeu força. No final da tarde, contudo, uma pequena área de instabilidade literalmente explodiu na região de Porto Alegre, justamente onde estava o ar mais quente.

A tempestade que atingiu Porto Alegre no fim da tarde e no começo da noite apresentou características de supercélula. Formações deste tipo são perigosas e capazes de provocar até tornados em alguns casos. A supercélula se formou no Centro do Estado e se deslocou lentamente em direção à região da Capital, como mostra a sequência de imagens do radar meteorológico . Ao se aproximar da Capital, a supercélula trouxe granizo com danos e ainda vento forte com queda de árvores nos municípios de Charqueadas e São Jerônimo, já duramente castigados há alguns meses por granizo destrutivo. Note nas imagens de radar como a supercélula se divide (supercell splitting) às 18h ao alcançar a região de Porto Alegre.



MetSul mantém o alerta de tempestades – A tarde e a noite deste domingo de eleição no Brasil mais uma vez preocupam no Rio Grande do Sul. Chove nesta manhã de domingo no Sudoeste do Estado, mas são as outras regiões que trazem preocupação, notadamente do Centro para o Norte do Estado, onde atua o ar mais quente e tarde terá temperatura muito alta. A manhã de domingo já é quente e esta tarde será ainda mais com máximas de 33ºC a 35ºC em muitos locais, até superiores em alguns pontos. Com a umidade elevada na atmosfera, o calor estimulará convecção forte a severa, o que pode formar nuvens de grande desenvolvimento vertical (muito carregadas). Alerta-se que existe um alto potencial para novas supercélulas e que alguns temporais em pontos localizados podem ser muito fortes a destrutivos. A região de Porto Alegre segue na área de risco. Impressionam os índices de instabilidade atmosféricas com projeções de CAPE (Convection Available Potential Energy) de 3000 a 4000 J/Kg, valores altíssimos e altamente sugestivos de temporais e de forte intensidade. Com isso, não se pode afastar chuva forte a torrencial, vendavais até intensos e, tal como ontem, granizo que pode ser até grande em alguns pontos.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Frente fria mantém risco de tempo severo na terça-feira – O risco de tempo severo no Rio Grande do Sul com temporais fortes a intensos isolados de chuva, vento e granizo, por conta do calor, segue nesta segunda-feira, sobretudo da tarde para a noite. Será outro dia muito abafado no território gaúchos. Novas tempestades são possíveis também na terça-feira e no começo da quarta-feira no Estado, mas não mais por convecção apenas associada ao calor, mas sim em decorrência de passagem de uma frente fria acompanhada de uma massa de ar frio que encontrará o ar muito quente sobre o Sul do Brasil, o que vai resultar em nuvens muito carregadas com mais episódios intensos a destrutivos de tempo severo no Sul do Brasil. (Com produção de Alexandre Aguiar)

Anúncios