Anúncios

O Oeste e o Norte do Uruguai sofrem com inundações e enchentes. Dezenas de pessoas estão desabrigadas. O quadro é mais grave nos departamentos de Salto e Artigas. O Rio Quaraí saiu do leito, inundando áreas ribeirinhas. Defesa Civil, Bombeiros, Exército e a Prefeitura de Quaraí retiraram nove famílias devido ao transbordamento. A cheia do rio já desalojou mais de 50 famílias em Artigas, no lado uruguaio da fronteira. O Rio Quaraí estava ontem com 9,7 metros, maior nível desde 2009, quando alcançou 11,75 metros. Duas pessoas já morreram afogadas no Uruguai nos últimos três dias em conseqüência da chuva intensa. Muitas estradas têm bloqueios. Na localidade de Colonia Palma, Artigas, caíram 224 mm em 48 horas. A chuva superava 200 mm até ontem também no departamento de Salto.



Enchente em Artigas por Alfredo Simon do portal TodoArtigas.com

Causa de tanta chuva no vizinho Uruguai, que era alertada pela MetSul, é uma frente semi-estacionária no país desde o final da semana passada. Alimentada por ar quente de Norte, este sistema favoreceu a formação de contínuas áreas de instabilidade na região, proporcionando estes altos volumes de chuva. A frente agora avançará para o Rio Grande do Sul como fria hoje e amanhã, trazendo tempo severo desta vez para nós. Na madrugada desta terça já se formavam nuvens muito carregadas no Sudoeste gaúcho e no Noroeste do Uruguai, justamente a região mais afetada por inundações e cheias de rios.



Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

A MetSul alerta que ao encontrar a atmosfera quente sobre o Estado no deu deslocamento pelo território gaúcho, a frente fria provocará chuva forte a intensa na maioria das regiões hoje e ainda amanhã. Os volumes de chuva em alguns pontos podem ser muito elevados com acumulados de 50 a 100 mm em poucas horas, não se afastando volumes localizados ainda maiores. Há ainda risco de tempo severo com vendavais e granizo que, localmente, podem trazer danos. A instabilidade é mais forte no dia de hoje nas Metades Sul e Oeste, mas alcança as demais regiões. Preocupa o risco de temporais fortes na Metade Norte, onde o ar está mais quente, entre hoje e amanhã. Já nesa quarta, chove com maior intensidade, inclusive com pancadas torrenciais em vários pontos, sobretudo na primeira metade do dia (madrugada e manhã), do Centro para o Norte do Estado. Pela Metade Sul a instabilidade perde força amanhã. Massa de ar seco e frio deve trazer condições de tempo mais agradável e seco no feriadão.

Anúncios