Anúncios

SENASA

O serviço governamental fitossanitário da Argentina confirmou hoje a presença de duas nuvens de gafanhotos nas províncias de Formosa e do Chaco. Neste momento, são três focos no país. Dois no Norte argentino e um no  Centro do país.

SENASA

Segundo a SENASA, o monitoramento foi realizado para encontrar a nuvem que está nas proximidades do rio Bermejo, no limite de ambas as províncias.


A mais nova nuvem de gafanhotos foi avistada na localidade de Ingeniero Juárez. A SENASA está na área avaliando seu tamanho e comportamento, que devido às baixas temperaturas e ao vento Sul, tem pouco movimento.


A primeira infestação, que se aproximou do Rio Grande do Sul e do Uruguai, foi “controlada”. A Federação de Associações Rurais da província de Entre Rios (FARER) afirmou no fim de semana que que foi possível eliminar 80% a 85% da nuvem de gafanhotos que estava na localidade de Federación, quase na fronteira com o Uruguai e perto do Oeste gaúcho. 

Anúncios