Anúncios

O início da semana deve ser marcado pela influência da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) nas regiões Norte, grande parte da região Centro-Oeste e parte do Sudeste do Brasil. A cobertura de nuvens deve ter orientação de Noroeste a Sudeste. Alcança Amazonas, Pará, Sul de Roraima, grande parte do Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais e Espírito Santo.

Posicionamento da ZCAS mais ao Norte neste domingo | Cptec/Inpe

Ao menos até o final da próxima semana espera-se chuva com altos volumes nestas áreas. Até o próximo sábado os maiores acumulados devem ocorrerão no Mato Grosso, Goiás, Noroeste e centro de Minas Gerais, Espírito Santo e Norte do Rio de Janeiro. Os volumes nestas áreas ao longo da semana devem ficar entre 50 mm e 100 mm em diversos pontos. Entre os estados de Goiás e Minas Gerais os acumulados podem chegar a 150 mm isoladamente, mas, no geral, devem ficar abaixo de 50 mm.


O mapa abaixo mostra a projeção de chuva para os próximos cinco dias do modelo meteorológico alemão Icon, disponível ao assinante na seção de mapas do site. Observa-se no mapa a tendência de no período os maiores volumes de chuva no Sudeste se concentrarem sobre Minas Gerais.

Já na região Norte do país também são esperados altos acumulados de precipitação, como são os casos das áreas do Centro-Norte do Pará e Amazonas, Sul de Roraima e maior parte do Acre. Neste locais, os volumes devem ficar entre 50 mm e 100 mm em vários pontos. Em outras áreas da região os índices serão mais altos, mas de forma mais pontual. No Sul do Tocantins, próximo à divisa com Goiás, os valores devem chegar aos 150 mm.

O que é ZCAS

A ZCAS é conhecida por uma faixa de nebulosidade que atravessa o Brasil. Ela tem uma orientação climatológica típica de Noroeste a Sudeste estendendo-se do centro da Bacia Amazônica até o litoral da região Sudeste. Os eventos de ZCAS são comuns dos meses de novembro até março, portanto é um fenômeno típico de estação quente. Os evento  podem durar até dez dias consecutivos, causando grandes volumes de precipitação nas áreas de atuação.

Chuva em São Paulo

No final desta semana, uma frente fria que se formará associada a um centro de baixa pressão nas costas do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina deve chegar ao Sudeste do Brasil. Esta frente trará chuva mais generalizada para São Paulo, afinal quase não influência na semana da Zona de Convergência do Atlântico Sul que está posicionada mais ao Norte.


Na cidade de São Paulo, o sol predomina com algumas nuvens na maior parte da semana que começa. As tardes de terça e da quinta-feira devem ser as mais quentes com máximas acima dos 30ºC.

Entre sexta e sábado, com a chegada da frente fria ao estado paulista, o tempo deve se instabilizar com chuva em São Paulo. Não se deve esperar queda maior da temperatura. O sol volta a predominar no decorrer do próximo fim de semana.

Anúncios