Anúncios

O fim de semana foi marcado pela presença do sol, a maior parte do tempo no Rio Grande do Sul e no Uruguai, especialmente na segunda metade do sábado e no domingo. A melhora do tempo após os temporais da sexta-feira foi garantida pelo ingresso de uma massa de ar seco e frio que derrubou a temperatura. A madrugada do domingo foi muito fria para esta época do ano com mínimas invernais na Serra e Aparados. Fez 3,4ºC em Ausentes, 5,6ºC em Canela, 6,8ºC em Bom Jesus, 7,1ºC em São Chico de Paula e Vacaria, e 7,7ºC em Farroupilha. Até no Noroeste, com o ar muito seco, a mínima foi bem baixa. Após os 37ºC da sexta, Santa Rosa amanheceu ontem com apenas 7,6ºC. No Uruguai, a mínima nacional foi de 6,9ºC em Rocha. Apesar do frio e da água, os surfistas caíram no mar em La Paloma, departamento de Rocha (fotografia de Paipo Uruguay).



Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas


O sol predomina mais uma vez nesta segunda-feira no Rio Grande do Sul. Nuvens até podem aparecer no céu, mas serão esparsas. Há uma pequena chance de chuva de verão muito isolada da tarde para a noite na Metade Oeste. Ar quente ingressa e proporciona uma maior elevação da temperatura com calor durante a tarde. As máximas alcançam ou superam 30ºC na maioria das regiões com calor mais intenso no Noroeste gaúcho, onde deve fazer mais de 35ºC. Porto Alegre e região devem ter entre 31ºC e 33ºC. E esta semana reserva mais tempo severo. A instabilidade começa a explodir no Norte da Argentina hoje até o fim do dia e avança para o Estado amanhã, afetando especialmente a Metade Oeste, já com risco de chuva localmente forte e temporais. A MetSul adverte que a quarta poderá ser um dia crítico no Rio Grande do Sul com chuva em volumes altos a extremos e temporais de vento e granizo. No começo da quinta seguiriam as condições de risco em parte do Estado com altas taxas de instabilidade atmosférica e que são propícias à chuva forte e ocorrências isoladas de temporais.

Anúncios