Anúncios

A semana terá o predomínio de dias secos com a presença do sol no Rio Grande do Sul com chuva frequente entre Santa Catarina e Paraná. Portanto, na medida em que a estiagem se amplia em território gaúcho a chuva, ainda que “falhada”, traz alívio as condições no campo nos estados vizinhos.  No estado gaúcho a semana começa com instabilidade e possibilidade de pancadas de chuva.

Primeiramente o dia começa com predomínio de sol e tempo seco com temperatura alta acima de 22°C na grande maioria das áreas. Entre a tarde e a noite uma frente fria se desloca pelo oceano e propicia a chegada de ar mais úmido e instável ao Estado com previsão de pancadas  de chuva. Em geral o sol ainda predomina a tarde com previsão de forte aquecimento. As máximas poderão superar os 35°C em diversas cidades, especialmente da Metade Norte e Leste.


Modelos projetam que a chuva deverá atingir todas as regiões entre a tarde e a noite desta segunda até o começo da terça. Entretanto, a  chuva irá ocorrer mais uma vez de forma muito irregular e mal distribuída pelo território gaúcho. É alto o risco de temporais, sobretudo, na Metade Oeste e no Noroeste do Estado. Temporais que poderão gerar grandes acumulados de chuva em poucas horas, além do risco de vendavais, raios e granizo isolados.

Analisando diversos modelos atmosféricos o resultado é o mesmo; pouca chuva para o Rio Grande do Sul nesta segunda. Abaixo podemos ver o mapa de chuva acumulada diária, da esquerda para a direita, do modelo canadense, europeu e alemão:


O modelo alemão é o mais otimista em relação a acumulados com projeção de 20 a 45 mm em trechos da Metade Norte e Nordeste. Nesse interim é preciso ressaltar que com o risco de temporais os volumes de precipitação poderão ser altos de forma pontual nesta segunda e começa da terça no Sul do país.

TEMPO COMEÇA A FIRMAR 

Na terça apesar da chuva no começo da madrugada, a expectativa é do avanço de um sistema de alta pressão atmosférica que irá limpar o tempo no Rio Grande do Sul.  O dia começa com temperatura mais baixa em relação a dias anteriores com mínimas entre 12 a 14°C entre a Campanha e a Zona Sul. Em outras palavras o dia terá predomínio de sol com aquecimento gradual a tarde. A temperatura sobe mais no Oeste com máximas ao redor de 32°C. Na maioria das regiões a temperatura irá variar entre 27 e 29°C. Na Serra a tarde será amena com máximas  de 22 a 24°C. No fim da tarde o vento se intensifica com rajadas fracas a moderadas que reduzem sensação térmica ao ar livre.

REFRESCO NO COMEÇO DO DIA

Na quarta-feira o domínio do ar seco irá impactar mais a temperatura mínima em todas as regiões gaúcha. A expectativa é de a temperatura mínima ficar abaixo de 20°C em todas as áreas. Nos Campos de Cima da Serra a temperatura irá baixar de 10°C com projeção de marcas que poderão chegar a 5°C. Em contrapartida a tarde de tempo seco e ensolarado terá maior aquecimento e o calor retorna com máximas ao redor de 32 a 34°C na Metade Sul, Oeste e no Noroeste. Portanto a quarta será um dia ensolarado de grande amplitude térmica.

Entre a quinta e a sexta-feira uma nova frente fria de fraca atividade passa pelo Estado pelo oceano e poderá estimular o aumento de nuvens com eventual pancadas de chuva no Sul e Leste. Na quinta o sol tende a predominar  em grande parte das regiões com  aquecimento pré frontal antecipando a passagem da instabilidade. Essa será a tarde mais quente da semana no Estado com projeção de máximas entre 34 e 36°C pelo interior. No turno da noite a instabilidade poderá chegar a fronteira com o Uruguai e pancadas de chuva ocorrem. Na sexta o aumento de nuvens e a virada do vento para o quadrante Sul irão proporcionar novo refresco ao Estado. A previsão hoje indica que a chuva tende a se concentrar em cidades da Metade Leste e eventuais temporais poderão ocorrer. Na sequencia deste sistema frontal modelos indicam queda mais acentuada da temperatura no fim de semana. O mapa abaixo com anomalia de temperatura a 1500 metros de altura do solo (não é previsão da temperatura e sim o quanto irá ficar acima ou abaixo da média nos baixos níveis da atmosfera) um indicador usado para projetar troca de massas de ar. De forma ilustrativa você leitor pode compreender que teremos altos e baixos de temperatura nesta semana no Rio Grande do Sul. (Com foto de capa de Denis Goerl)

 

 

Anúncios