A tarde  deste sábado foi de intenso abafamento devido a combinação de ar quente e úmido que acentuou a sensação de calor no território gaúcho. Em diversos municípios a maior temperatura de novembro foi registrada hoje. Simultaneamente a  temperatura passou de 30°C em muitas cidades. Nesse interim a maior marca de temperatura foi registrada em Rio Pardo com 32,6°C, com 32,4°C em Parobé e Montenegro, 32°C em Santa Cruz do Sul, 31,6°C em São Leopoldo, 31,5°C em Campo Bom, 31,3°C em São Gabriel, 31,2°C em Venâncio Aires, 31°C em Quaraí e 30,9°C em São Luiz Gonzaga. Na Capital  a máxima foi de 30,3°C a temperatura mais alta de novembro até agora.

 

Por outro lado, como se esperava a chuva retornou a partir do Oeste com eventos de chuva forte e muitos raios. Segundo dados da rede do Inmet e CEMADEN os acumulados de chuva somaram 41 mm em São Luiz Gonzaga, 37 mm em Alegrete, 32 m em Redentora, 30 mm em Cerro Largo, 27 mm em Frederico Westphalen, 21 mm em Santa Rosa, 15 mm em Horizontina.

PRÓXIMAS HORAS PODERÃO TER TEMPORAIS PELO ESTADO


Áreas de instabilidade ganham força na Metade Oeste do território  gaúcho e poderão deflagrar novas pancadas de chuva e temporais isolados. Mapa de refletividade do modelo WRF indica núcleos de chuva forte a torrencial com potencial de eventos de granizo isolado. A chuva será irregular acompanhada de muitos raios, com potencial de vendavais localizados.

 

O mapa de chuva do modelo WRF indica que poderá chover bastante em alguns pontos da Metade Oeste até o começo da manhã deste domingo. Volumes ao redor de 50 mm em poucas horas poderão ocorrer em pontos isolados.  O abafamento seguirá durante a noite e a próxima madrugada com marcas ao redor e acima de 25°C o que poderá acentuar o risco de chuva forte e temporais isolados. Há potencial para granizo e rajadas de vento moderadas a fortes.

Como consultar os mapas

Todos os mapas de chuva neste boletim podem ser consultados pelo nosso assinante (assine aqui) na nossa seção de mapas. A plataforma oferece ainda mapas de chuva, geada, temperatura, risco de granizo, vento, umidade, pressão atmosférica, neve, umidade no solo e risco de incêndio e raios, dentre outras variáveis, com atualizações duas a quatro vezes ao dia, de acordo com cada simulação. Na seção de mapas, é possível consultar ainda o nosso modelo WRF de altíssima resolução da MetSul.