Anúncios

Trombas d´água (tornados sobre água) se formaram na tarde de hoje em área de banhados nas proximidades da reserva ecológica do Taim, perto da divisa dos municípios de Rio Grande e Santa Vitória do Palmar, no Extremo Sul gaúcho. O fenômeno se deu a partir da formação de fortes áreas de instabilidade sobre a região no começo da tarde deste sábado sob temperatura que se aproximava de 40ºC e elevada umidade. Não há relatos de danos ou vítimas.

Júlio Dias Xavier/Divulgação

Júlio Dias Xavier/Divulgação

As imagens mostram que mais de uma tromba d´água se formou na região com a presença de nuvens de grande desenvolvimento vertical. O gradiente vertical de temperatura entre a água e a atmosfera favoreceu a formação dos fenômenos. A MetSul, em seus alertas, advertia para a possibilidade de episódios isolados de natureza tornádica ou downburst (correntes violentas de vento descendentes) neste fim de semana e no começo da semana. Ontem, downburst (ou micro-explosão) causou danos em ponto localizado da zona rural de Quaraí, no Oeste.


As trombas se dão no quarto dia seguido em que a temperatura supera os 40ºC no Rio Grande do Sul em dia que foi escaldante e com índices de calor (sensação) que ficaram entre 45ºC e 50ºC em algumas cidades pela alta temperatura e a elevada umidade. Em alguns municípios, como da área de entorno da Lagoa dos Patos e da Serra do Sudeste, este sábado foi o dia mais quente desde o começo da onda de calor.


O Instituto Nacional de Meteorologia registrou máximas de 40,6ºC em Uruguaiana, 39,9ºC em Bagé, 39,1ºC em São Vicente do Sul, 39,0ºC em Teutônia, 38,8ºC em Quaraí e Capão do Leão, 38,7ºC em São Gabriel, 38,3ºC em Camaquã e Rio Pardo, 38,2ºC em Dom Pedrito, 38,1ºC em São Luiz Gonzaga, 38,0ºC em Campo Bom, 37,9ºC em Tupanciretã, 37,8ºC em Livramento, 37,7ºC em Jaguarão, 37,6ºC em Porto Alegre, 37,4ºC em Encruzilhada do Sul, e 37,1ºC em Canguçu e Santa Rosa.

O calor prossegue neste domingo e será muito intenso, inclusive com máxima mais altas dos que a de hoje em algumas cidades. Isso porque os modelos (mapa) estão indicando que uma corrente de jato (vento) em baixos níveis da atmosfera, que se origina da Bolívia, atuará sobre o Rio Grande do Sul e o Uruguai. Esta corrente de jato traz ar ainda mais quente para o estado gaúcho, o que tornará o domingo escaldante.

O domingo no Rio Grande do Sul tem pancadas em diferentes pontos do Oeste, do Centro e do Sul gaúcho já entre a madrugada e de manhã. No decorrer do dia, o sol aparece com nuvens no Estado e a temperatura dispara, especialmente no Oeste e na Depressão Central, novamente com marcas que devem ficar acima dos 40ºC.

No Oeste, os termômetros podem indicar de 41ºC a 42ºC e a temperatura pode se aproximar ou alcançar o recorde estadual de calor do estado de 1917 e 1943 de 42,6ºC. Faz calor o dia todo com uma madrugada muito quente e haverá cidades mais a Oeste que devem amanhecer com temperatura ao redor dos 30ºC.

O calor muito intenso com aumento da umidade traz pancadas isoladas, intensas em alguns pontos, e temporais localizados da tarde para a noite que isoladamente podem ser fortes a severos com vendavais e queda de granizo. Novas ocorrências tornádicas, como a de hoje no Sul gaúcho, não podem ser descartadas, especialmente com a presença da corrente de jato em baixos níveis que cria condições ideais para este tipo de fenômeno.

 

Anúncios