Anúncios

Nível do Rio Tubarão superou sete metros no final da quarta-feira e transbordou com o avanço das águas, alagamentos e falta de luz nas primeiras horas desta quinta | PREFEITURA MUNICIPAL DE TUBARÃO/DIVULGAÇÃO

O Rio Tubarão transbordou no Centro da cidade de Tubarão no começo desta quinta-feira depois de superar sete metros. Imagens ao vivo de câmeras de segurança da cidade mostram alagamentos em diversas ruas. O rio começou a extravasar em trechos da Avenida Presidente Getúlio Vargas, nas proximidades do terminal de ônibus. Órgãos de segurança orientem que pessoas saiam das margens.

Conforme a Prefeitura, o Rio Tubarão voltou a encher de forma muito rápida pelas chuvas torrenciais que caíram nas cidades mais altas, na altura da cabeceira do rio, o que pode trazer grandes problemas e transtornos para o município.


À medida que a água sobe na cidade com o transbordamento do rio, ocorrem problemas na rede elétrica com falta de luz. Cerca de 17 mil clientes da Celesc estavam sem energia em Tubarão, quase a metade das unidades consumidoras na cidade.

A Prefeitura publicou um apelo em seu site à população: “se você mora ou tem parentes que morem nas regiões baixas da cidade e na região central, procurem um lugar alto e seguro o quanto antes, o aviso é urgente e o perigo é iminente Em hipótese alguma saia de casa, se mora em região segura, e não vá para as pontes, passarela ou vias da beira do rio”.


A Defesa Civil pede à população que evite se dirigir à Catedral Diocesana, uma vez que o local está com sua lotação máxima e é reservado a pessoas que estejam desalojadas. Por sua vez, a Arena Multiuso Prefeito Estêner Soratto da Silva está preparada para receber quem precisar de ajuda, com mantimentos novos e vagas para 300 ocupantes.

No Sul de Santa Catarina, Tubarão é o município mais afetado pelas fortes chuvas. Até o fim da tarde, equipes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil atenderam 55 ocorrências. O número de desabrigados subiu para 101 e estima-se que o de desalojados seja superior.

As informações ainda estão sendo comunicadas e atualizadas pelas equipes que trabalham na região à medida que o rio sobe. Guarnições do Corpo de Bombeiros de Blumenau, Balneário Camboriú e Chapecó estão a caminho do município para reforçar o trabalho de auxílio aos atingidos.

Equipes do governo estadual seguem com o trabalho de enfrentamento às cheias e auxílio às pessoas atingidas pelas fortes chuvas, principalmente no Litoral Sul, Vale do Itajaí, Grande Florianópolis.

Segundo o relatório mais recente divulgado pela Defesa Civil de Santa Catarina, 94 municípios relataram ocorrências que vão desde alagamentos, deslizamentos, queda de árvores e muros.

Até o momento, 420 pessoas estão desalojadas e pelo menos 175 desabrigados. A Defesa Civil recebeu a informação de seis municípios que decretaram situação de emergência: Tubarão, Orleans, Forquilhinhas, Urubici, Maracajá e Araranguá. O Litoral Sul é a área mais afetada.

Anúncios