Anúncios

Uma imagem que é comum de se ver no inverno, mas nem tanto nesta época do ano em que a atmosfera é mais aquecida. Às 9h da manhã desta sexta-feira, 30 de dezembro, as imagens do satélite GOES-16 não mostravam uma nuvem sequer sobre o Rio Grande do Sul com céu claro em todo o estado gaúcho.


Por que o céu claro? O Rio Grande do Sul está sob influência de uma área de baixa pressão que inibe a formação de nuvens. Os dados desta manhã mostravam o centro de alta entre o estado gaúcho e Santa Catarina com quase 1.020 hPa. A pressão atmosférica em Porto Alegre às 9h estava em 1.015 hPa no aeroporto.

Qual o efeito da alta pressão? Além do céu claro ou escassa nebulosidade, a alta pressão está associada a ar mais seco. Justamente o perfil seco proporciona uma grande amplitude térmica. O dia começou frio para esta época do ano em algumas cidades com mínimas de 5,8ºC em São José dos Ausentes, 6ºC em Cambará do Sul e Soledade, e 7ºC em São Francisco de Paula. A tarde será quente com calor em quase todo o estado e máximas acima de 35ºC na Metade Oeste.


Vai seguir assim? Esta sexta-feira será marcada justamente pela continuidade do céu claro em grande parte do estado com ausência de nebulosidade em quase todos os municípios. O calor da tarde pode gerar algumas nuvens, especialmente em áreas de relevo, como a Serra Gaúcha e os Aparados. No fim de semana, o sol predomina e se espera o ingresso de nuvens no sábado, mas poucas.

Algum alerta sobre o céu tão claro? Sim, com muita gente nas praias é importante jamais se esquecer dos cuidados com a pele. A exposição prolongada ao sol pode gerar queimaduras e insolação. Deve se evitar a exposição ao sol sem protetor solar, especialmente entre o meio da manhã e a metade da tarde. Nestas condições de hoje e do fim de semana, os índices UV vão estar muito altos.

Anúncios