Anúncios

Tendência de chuva para o final desta semana no Sul do Brasil pela previsão do tempo da MetSul | Alina Souza/Arquivo

A tendência de chuva no Brasil indicada pelos modelos é ter um padrão de inverno com domínio do ar seco e escassez de chuva em grande parte do país. As precipitações ficam mais concentradas no Sul e no Norte do território brasileiro. 

SUL

A semana transcorreu até agora sob o domínio de uma massa de ar seco e frio. O sol predominou com manhãs geladas e tardes amenas. Uma nova frente fria, entretanto, avança pelo Sul do país com previsão de voltar a chover forte entre a Metade Norte do Rio Grande do Sul e parte de Santa Catarina entre sexta e o sábado. No Paraná, a instabilidade se espalha e ganha força durante o sábado com pancadas de chuva em boa parte das regiões, mas os volumes serão menores que no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. 


SUDESTE

As precipitações naturalmente escasseiam nesta época do ano em grande parte do Sudeste com predomínio de dias de tempo seco e dias de sol e nuvens com neblina ou nevoeiro ao amanhecer. No fim de semana uma nova frente fria passa rápido pela região provocando chuva esparsa no Sul e Leste de São Paulo. Já na virada do mês a instabilidade aumenta e traz mais chuva para o Rio de Janeiro e o Centro-Sul de Minas Gerais.

CENTRO-OESTE

A maior parte de Goiás e do Mato Grosso segue com sol e tempo seco que agrava o potencial de queimadas na região. Em contrapartida, em Mato Grosso do Sul, sobretudo, na Metade Sul do Estado, os modelos indicam potencial para chuva no fim de semana com uma frente fria. A instabilidade pode alcançar até o Sul de Goiás, mas fraca.

NORDESTE

A área sob o domínio do ar seco se amplia sobre a região nos próximos dez dias. Nesse ínterim, modelos indicam que segue a instabilidade nas áreas litorâneas da região, contudo no interior o ar seco irá manter uma longa sequência de dias de tempo firme. O sol predomina entre o Maranhão e o Ceará, com pancadas diárias de chuva na faixa litorânea que vai da Bahia até a Paraíba. Os maiores acumulados tendem a se concentra na faixa Norte do Maranhão e na faixa que vai desde Alagoas até a Paraíba com previsão de 30 mm a 50 mm em média.


NORTE

O Norte continua sendo a região que mais tem chuva em todo o território Nacional nestes próximos dez dias, porém a área de chuva diminui. Os maiores acumulados são previstos para Roraima, Amapá, Norte do Pará e do Amazonas. Ao contrário, Tocantins e o Sul do Pará terão um período seco com predomínio de sol e potencial de queimadas. Simultaneamente, chove, porém com menores acumulados e muita irregularidade espacial entre o Sul do Amazonas, Acre e Rondônia com projeção de volumes ao redor de 15 mm a 50 mm.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios