Anúncios

Cidade de São Paulo vai sair do frio intenso dos últimos dias para calor na semana que vem | Agência Brasil/EBC

A cidade de São Paulo teve a madrugada mais fria em julho desde o ano 2000 e a segunda mais fria deste século até agora na última sexta-feira, mas desde então as marcas nos termômetros têm se elevado e as noites, apesar de ainda frias, estão registrando marcas mais altas e sem os extremos do final da última semana.

A previsão do tempo para São Paulo indica a manutenção do tempo frio durante a noite na capital paulista. A circulação de ar mais úmido vindo do mar em direção ao continente comanda as condições do tempo na Capital nesta quarta. A umidade mantém a presença das nuvens ao longo do dia e até não se afasta alguns episódios esparsos de garoa.


Em conseqüência disso a amplitude térmica não será muito significativa com uma relativa sensação de frio na cidade de São Paulo. A temperatura mínima ficará ao redor de 11°C e a máxima não passa muito dos 16°C.

Já na quinta-feira os períodos de nebulosidade tendem a ser menores, permitindo assim aberturas de sol e maior variação na temperatura. A temperatura mínima fica na casa dos 10°C e a máxima alcança 20°C com sensação térmica mais agradável.

Calor em São Paulo

A partir da sexta-feira o vento passa a ingressar de Norte e Nordeste nos baixos níveis da atmosfera e propicia a chegada de ar mais seco e quente com previsão de um período mais quente que o normal em São Paulo, sobretudo no começo da semana que vem. A sexta será de sol e poucas nuvens com a temperatura oscilando entre 11 e 22°C.


O fim de semana do Dia dos Pais na cidade de São Paulo deve ter o predomínio do sol entre nuvens e a temperatura sobe mais durante as tardes, apesar de fazer um pouco de frio ainda na madrugada e no começo da manhã. As mínimas irão oscilar ao redor de 12°C com máximas entre 23ºC e 25°C.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Na segunda semana deste mês de agosto o calor retorna à Capital paulista com expectativa de marcas ao redor e acima de 30°C, sobretudo na quarta-feira. A chuva custa a retornar e, com isso, o vento Norte transportando ar mais quente e a sequência de dias sem chuva irão propiciar um período mais quente. Uma frente fria pode alcançar São Paulo na segunda metade da semana que vem com queda de temperatura, mas nada comparado em termos de frio ao final de julho.

Anúncios