Anúncios

Temperatura chegou a quase 38°C hoje em Porto Alegre e pode passar dos 40°C novamente nos próximos dias | Fernando Oliveira

A MetSul Meteorologia alerta que Porto Alegre enfrentará uma sequência de dias de calor opressivo com marcas muito acima do normal para esta época do ano com alta probabilidade de atingir novamente patamares históricos.

No último domingo (16), a máxima na cidade bateu em 40,3ºC, a quarta maior desde o começo das medições em 1910 e apenas a terceira vez (2014, 2019 e 2022) que os termômetros marcaram 40ºC no Jardim Botânico desde que as medições passaram a ser feitas no bairro. Antes, as medições eram realizadas na área central da cidade.


Depois de um brevíssimo alívio ontem, quando a temperatura máxima foi de apenas 27,9ºC, o calor voltou a ganhar força, como era previsto, nesta quarta-feira. A temperatura máxima na estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia no Jardim Botânico chegou a 37,6ºC. No Aeroporto Salgado Filho, o maior valor de temperatura reportado nos boletins horários foi de 36ºC.

A previsão é de máximas ainda mais altas para os próximos dias em uma escalada de calor. O prognóstico da MetSul, com base nos dados de hoje, aponta a presença do sol até o começo da próxima semana, apesar de nuvens em alguns momentos e não se descartar chuva ou temporal isolado em razão do excessivo calor.


Para esta quinta, a previsão é que a temperatura em Porto Alegre varie entre uma mínima de 24ºC e uma máxima de 38ºC. Na sexta-feira, os termômetros devem indicar entre 23ºC e 39ºC. No sábado, aquece ainda mais e deve fazer entre 25ºC e 40ºC. No domingo, a mesma tendência com variação entre 25ºC e 40ºC. Na segunda, que será muito abafada, mínima de 26ºC e máxima de 39ºC. O calor perderia força na terça com instabilidade, mas seria outro dia quente e com enorme abafamento.

Observamos que estes valores de temperatura consideram o que se prevê como máxima oficial da cidade, logo considerando a área do Jardim Botânico. Assim, pelos microclimas e o efeito da ilha de calor urbano gerado pelas construções, alguns bairros devem ter temperatura até 2ºC acima.

Com o nível de calor previsto é alta a chance de que a cidade possa voltar a superar 40ºC na medição oficial, o que muito poucas vezes ocorreu nos 110 anos de observações. No último meio século foram apenas três dias com máxima oficial acima de 40ºC. Até o recorde absoluto de 40,7ºC de 1º de janeiro de 1943 pode ser testado.

Anúncios