Anúncios

A queda de uma enorme árvore foi registrada na zona Norte de Porto Alegre na manhã desta segunda-feira (13). O episódio, que não deixou feridos, ocorreu no bairro Passo D´Areia. A grande árvore tombou com o vento e a chuva que atingiam a capital gaúcha na Rua Cacequi, próximo ao número 27. Por sorte, no momento em que a árvore tombou não havia pedestres ou veículos passando pelo local.

Alina Souza/Correio do Povo

O mau tempo trouxe ainda ocorrências de quedas de árvores em outros pontos da cidade. A Empresa Pública de Transportes e Circulação (EPTC) registrou outra queda de árvore no bairro Petrópolis. Algumas rajadas de vento forte foram registradas no começo do dia, mas sem vendaval as condições se tornam propícias para que árvores caiam.


Porto Alegre teve chuva muito volumosa na última semana, com marcas acima de 100 mm em alguns bairros, e agora tem um novo episódio de chuva forte. Com o excesso de chuva, o solo fica saturado de água e mais instável, o que proporciona a queda de vegetais mesmo sem registro de vento mais intenso. No momento em que a árvore de grande porte caiu na zona Norte da cidade, às oito da manhã de hoje, o Aeroporto Salgado Filho chegou a registrar rajadas de vento ao redor de 60 km/h.

A chuva forte que atinge a capital gaúcha somou 30 mm em alguns bairros entre o final da madrugada, quando tiveram inicio as precipitações, e o começo desta tarde. Como a chuva persiste e com momentos de moderada a forte, e a tendência é de chover ainda no restante do dia e amanhã, os acumulados devem subir muito mais na cidade. Há modelos indicando até 100 mm no total até o final da terça, mas a média dos modelos projeta entre 50 mm e 75 mm. A chuva é muito variável de um ponto para outro e é possível que parte da cidade passe de 70 mm a 80 mm.


O risco de chuva forte a intensa prossegue em Porto Alegre e dados indicam o risco de precipitações por vezes torrenciais com raios e trovoadas, não se descartando vento forte e granizo, na noite de hoje e no começo da terça-feira com o avanço de fortes áreas de instabilidade do Oeste do Rio Grande do Sul para o Leste gaúcho. A chuva deve enfraquecer no decorrer da terça, especialmente na segunda metade do dia, e o tempo melhora na cidade na quarta com o ingresso de uma massa de ar seco e frio.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Ante a perspectiva de seguir chovendo e com momentos de maior intensidade em que a chuva pode ser forte a torrencial, a MetSul alerta para a ocorrência de mais alagamentos em Porto Alegre e adverte para o risco de transbordamento de arroios e córregos, notadamente o Arroio Sarandi que saiu do leito nos dois últimos episódios de chuva forte na cidade, de agosto e do começo deste mês.

Anúncios