Anúncios

Os veranistas do Litoral Norte do Rio Grande do Sul foram brindados nos últimos dias com condições do mar pouco frequentes na região. Águas quentes e muito claras de tom esverdeado. “O mar de Santa Catarina se mudou para cá”, disse um veranista. 

Gabriel Gomes

Ondas do Sul

Por que o mar ficou tão claro e quente? A resposta é oceânica e atmosférica. Primeiro é preciso compreender que existem duas correntes marítimas que atuam na costa do Brasil. A Corrente do Brasil, com águas quentes e claras, e a Corrente das Malvinas, com águas mais frias e não raro turvas. A Corrente do Brasil atua na maior parte do litoral brasileiro enquanto a da Malvinas é a regra no Rio Grande do Sul.


Nas últimas semanas e principalmente nos últimos dias atuou no Atlântico um centro de alta pressão que reduziu drasticamente a chuva no Sudeste do Brasil e favoreceu o janeiro mais quente dos registros históricos em Porto Alegre, Florianópolis, São Paulo e Rio de Janeiro. Sem o avanço de frentes frias com swell de Sul que trouxesse águas mais frias de Sul pra costa gaúcha, a Corrente do Brasil avançou pro litoral gaúcho e trouxe as águas mais quentes e claras.


Isso pode ser constatado nos mapas acima de temperatura da superfície do mar e anomalia de temperatura da superfície do mar. O oceano está muito mais quente que o normal no litoral do Sul do Brasil e do Uruguai. Com a tendência de ingresso de frentes frias neste mês de fevereiro será difícil que o mar siga com essas excelentes condições durante todo o mês.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios