O boletim divulgado ontem pela Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera dos Estados Unidos (NOAA) indicou a continuidade das condições de neutralidade na área equatorial do Oceano Pacífico, mas o cenário no Oceano Pacífico é crescentemente de La Niña nas condições oceânicas.

A anomalia de temperatura da superfície do mar na denominada região Niño 3.4, no Pacífico Equatorial Central, ficou em -0,6ºC. O valor está no patamar mínimo de La Niña. É o valor mais baixo da região Niño 3.4 (5° S – 5 °N d e 170° W – 120°W) desde o começo de 2018. Por sua vez, a região Niño 1+2, no Pacífico Equatorial Leste, mais perto da América do Sul, apresentou anomalia de -0,8°C.


Por que ainda não foi declarado um evento de La Niña? Tanto o El Niño como o La Niña são fenômenos oceânico-atmosféricos. É preciso que não apenas o oceano apresente condições de um ou outro para que o fenômeno se configure, e os indicativos atmosféricos hoje são ainda típicos de neutralidade. 

Até o começo do inverno, a tendência é que o Pacífico se mantenha em neutralidade. Os modelos de clima se dividem quanto ao segundo semestre. Alguns modelos dinâmicos estão a indicar a possibilidade de episódio de La Niña com resfriamento das águas superficiais. Já os modelos estatísticos indicam a persistência da neutralidade, a despeito das águas mais frias.

As anomalias de temperatura abaixo da superfície do mar indicam uma enorme piscina de águas mais frias do que a média de Oeste a Leste no Pacífico, indicando uma tendência de resfriamento adicional das águas superficiais e de aumento da probabilidade de La Niña.


Os sinais, contudo, são crescentes de um evento de La Niña ao menos fraco nos próximos meses e um evento do fenômeno pode ser declarado no decorrer do inverno ou mais tardar no início da primavera, mas cremos que se ocorrer será ainda no inverno.

Mesmo se um evento de La Niña não for reconhecido pela NOAA, a MetSul acredita que o Pacífico esteja entrando em modo de La Niña. Com ou sem La Niña, o Pacífico nos próximos meses estará mais frio que a média e os efeitos no clima devem ser os típicos do fenômeno.