Anúncios

Douglas Becker

O Rio Grande do Sul teve nesta quinta-feira o segundo dia seguido com máximas na casa dos 40ºC. O calor foi extremo na Metade Oeste com marcas acima de 40ºC tanto nas fronteiras com o Uruguai e da Argentina, além do Noroeste gaúcho. Na Metade Leste, como se previa, apesar de fazer calor, as máximas não foram excessivamente altas.

O Instituto Nacional de Meteorologia registrou máximas nesta quarta de 41,2ºC em Quaraí, 40,9ºC em Uruguaiana, 39,6ºC em Alegrete, 39,0ºC em São Luiz Gonzaga, 38,7ºC em Santiago, 37,9ºC em São Gabriel e 37,7ºC em São Vicente do Sul. Já estações automáticas particulares indicaram 41,3ºC em Santa Rosa, 41,0ºC em Porto Xavier e 40,2ºC em Santo Antônio das Missões. Na Grande Porto Alegre, Campo Bom teve 35,3ºC e a Capital foi a 34,1ºC.


O calor segue intenso no Rio Grande do Sul nesta quinta-feira, mas o Oeste e o Noroeste vão ter máximas menores do que hoje pelo aumento de nuvens e instabilidade em vários pontos durante a tarde enquanto no Leste gaúcho será o dia mais quente desta semana com acentuado aquecimento em relação ao que se observou hoje à medida que o ar mais ameno na costa deixa de influenciar o tempo no continente.

Recordes na Argentina

O calor intenso não apenas castiga o Oeste e o Noroeste gaúcho. No Norte e no Nordeste da Argentina, as máximas nesta semana estão muito altas. Ontem, as máximas medias pelo SMN (Serviço Meteorologico Nacional), da Argentina, chegaram a 41,7ºC em Resistencia, 41,0ºC em Las Lomitas e 40,5ºC em Corrientes. As marcas de 40,5ºC em Ituzaingó e de 40,0ºC em Posadas foram recordes para fevereiro desde 1961.


Previsão do tempo para amanhã é de muito calor e fumaça

O sol aparece com nuvens em todo o Rio Grande do Sul nesta quinta e a massa de ar quente se reforça horas antes da chegada de uma frente fria que vai trazer chuva generalizada, apesar de irregular, na sexta-feira. Espera-se intenso calor em todas as regiões com máximas ao redor dos 40ºC em algumas cidades, como as dos vales e possivelmente em algumas cidades da Grande Porto Alegre.

O calor traz pancadas isoladas de chuva e temporais localizados da tarde pra noite em diferentes áreas, especialmente nas Metades Oeste e Sul. Mais a Nordeste do Estado, entre a Grande Porto Alegre, a Serra e o Litoral Norte, a maior parte dos locais só terá chuva na sexta-feira.

Correntes de vento de Oeste e Noroeste que vão reforçar a massa de ar quente sobre o Rio Grande do Sul em razão da condição pré-frontal devem trazer para o estado gaúcho grande quantidade de fumaça dos muitos incêndios que afetam há vários dias o Nordeste argentino e o Paraguai com piora da situação das queimadas nesta semana. O céu pode apresentar tonalidade mais acinzentada em várias cidades e as cores do entardecer devem ser realçadas pela presença de material particulado das queimadas.

Anúncios