Anúncios

Uma linha de instabilidade cruzou pelo Rio Grande do Sul entre a noite de ontem (28) e o começo deste domingo (29), trazendo chuva e temporais isolados para todas as regiões do Estado. Como a MetSul antecipou, a chuva foi irregular com acumulados altos em alguns municípios e baixos em outros.

Nas últimas 24h, a chuva somou 80 mm em Vacaria e em São Francisco de Paula. Atingiu no mesmo período 70 mm em Alegrete e 55 mm em Uruguaiana e Erechim. Ijuí, Alto Feliz, Caxias do Sul, Soledade e Lagoa Bonita do Sul anotaram 50 mm. Passo Fundo, Arroio do Tigre, Nova Palma, Segredo e Ivorá ficaram entre 30 mm e 40 mm. Em Porto Alegre, por sua vez, nos bairros em que mais choveu nas últimas 24 horas a precipitação não superou 10 mm.


A passagem da linha de instabilidade se deu com rajadas de fortes em muitos locais com registros de falta de luz em diversos municípios. Na região de Uruguaiana e Quaraí, as rajadas mais fortes ficaram entre 80 km/h e 95 km/h com queda de árvores, falta de luz e danos em estufas. Em Bagé, as rajadas chegaram a 83,5 km/h. Tupanciretã teve vento de 74 km/h. Outras localidades, que não contam com estações meteorológicas, igualmente tiveram vento forte durante a madrugada.

A linha de instabilidade que cruzou pelo Estado nas últimas horas de Oeste para Leste já se afasta e em grande parte está sobre o oceano, no Nordeste gaúcho e no Leste de Santa Catarina. Ao mesmo tempo, novas e fortes áreas de instabilidade com chuva localmente forte e temporais isolados se formaram e atuam na Fronteira Oeste, no Noroeste gaúcho e no Norte do Rio Grande do Sul no começo da manhã deste domingo.

Neste domingo de eleições nas maiores cidades do Rio Grande do Sul, a tendência é de o sol aparecer com nuvens em meio a períodos de maior nebulosidade, com calor e abafamento, em diversas cidades. Serão os casos dos municípios que realizam pleito em segundo turno: Porto Alegre, Canoas, Pelotas, Santa Maria e Caxias do Sul. A instabilidade vai se concentrar na Fronteira Oeste, no Noroeste e no Norte do Estado ao longo do domingo com chuva, raios e risco de temporais isolados de granizo e vento forte.


Devido ao aquecimento com alta umidade, novas áreas de instabilidade vão se formar e as que estão no Oeste podem se deslocar para o Centr-Norte do Rio Grande do Sul, assim que não se pode descartar o retorno da chuva da tarde para a noite em cidades como Caxias do Sul e Santa Maria. Na região de Porto Alegre, qualquer instabilidade vai ser mais isolada, se ocorrer, enquanto no Sul gaúcho a probabilidade de precipitação é menor.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Anúncios