Anúncios

Reforço de ar polar trouxe queda maior da temperatura hoje no Rio Grande do Sul e o Estado voltou a ter marcas negativas depois de dez dias sem marcas abaixo de zero. As mínimas foram inferiores a 5ºC em diversas regiões. São Francisco de Paula com -1,2ºC e Santa Rosa com -0,6ºC anotaram marcas negativas, mas houve mínimas perto de 0ºC em outros municípios. Como Quaraí (0,1ºC), São José dos Ausentes (0,6ºC), Soledade (0,9ºC), Livramento (1,4ºC), Vacaria (1,4ºC) e São Sepé (1,5ºC).

A terça-feira foi o 24º dia neste ano com registro de temperatura negativa no Rio Grande do Sul. Nesta mesma época, até 31 de julho, eram 20 dias com marcas abaixo de zero no ano em 2017 e 39 dias em 2016. Agora em 2018 foram 5 dias com mínimas negativas em maio, 14 dias em junho e 5 dias em julho. Junho foi e será o mês mais frio do inverno deste ano, o que não foge ao normal. Historicamente, os meses com maior frequência de marcas abaixo de zero no Estado são junho e julho, coincidindo com as menores médias climatológicas de temperatura mensais.



Amanhã, no primeiro dia de agosto, a tendência é que o Rio Grande do Sul volte a anotar marcas negativas durante a madrugada e o amanhecer. O frio será mais intenso nas baixadas da Metade Norte, no Sul e fronteira com o Uruguai.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios