Anúncios

Sexta-feira foi de neve nas partes altas da província argentina de Córdoba | Polícia Caminera/Divulgação

Neve caiu nesta sexta-feira nas chamadas Altas Cumbres, a região serrana da província argentina de Córdoba, no Centro do país vizinho. A neve caiu em grande quantidade em alguns pontos e chegou a pintar a paisagem de branco, como nas ocorrências mais fortes de inverno.

Em razão da forte precipitação de neve, que era prevista pelo Serviço Meteorológico Nacional da Argentina (SMN), a polícia rodoviária local teve que bloquear a estrada que leva à região das Altas Cumbres.

Os bloqueios se deram no quilômetro 87, em Copina, e e 3, na altura de Cañada Larga. A temperatura era de 0ºC no momento em que começou a cair a neve.

A precipitação do fenômeno no Centro da Argentina acompanha o avanço de ar frio que é impulsionado pelo interior do continente por um centro de baixa pressão que se aprofunda na província de Buenos Aires, onde dará origem a um ciclone extratropical neste sábado com forte chuva e rajadas de vento na região da capital argentina e também no Uruguai.

Ciclone, vento e frio

 Com a formação de um ciclone na região do Rio da Prata, ar quente associado a uma corrente de jato em baixos níveis – que acompanha a formacao de ciclones – avança com vento Norte pelo Norte e o Nordeste do Rio Grande do Sul neste sábado, trazendo máximas mais altas.

O giro da baixa pressão, porém, traz ar frio que ingressa pelo Sul, o Oeste e o Noroeste com vento Oeste e que vai chegar até o Norte do Estado à noite. Por isso, o tempo fica mais ventoso neste sábado, com rajadas de Norte a Oeste em algumas regiões, e as mínimas do dia se dão à noite.


Já no domingo, o ciclone estará sobre o Atlântico e mais intenso, impulsionando ar frio em direção ao Sul do Brasil. Nesse sentido, o domingo será ventoso no Rio Grande do Sul com rajadas fortes a intensas principalmente no Sul e no Leste do Estado. O ar frio avança pelo Sul do país e o vento traz baixa sensação térmica com as mínimas se dando à noite, no final do domingo.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Anúncios