Anúncios

A agência espacial norte-americana NASA conseguiu a façanha de pousar no começo desta noite de terça (20), hora de Brasília, a sonda Osiris-Rex no asteroide Bennu. O pouso foi transmitido ao vivo pela agência espacial. 


Trata-se de uma missão inédita e extremamente complexa. Imagine pousar uma sonda em um asteroide a cerca de 300 milhões de quilômetros da Terra, do tamanho do edifício Empire State Building de Nova York e com campo gravitacional muito fraco, recolher material da superfície e trazer de volta para a Terra o material coletado. O mais difícil já foi feito com o pouso e a coleta exitosos.

Este asteroide é conhecido dos astrônomos desde 1999. Os cientistas acreditam que Bennu contenha material do início do sistema solar e que pode ter moléculas orgânicas com carbono, ingredientes essenciais para a vida na Terra. Especulam ainda que o asteroide tenha minerais contendo ou formados por água. 


As equipes da NASA creem que corpos celestes como o asteroide Bennu podem ter semeado a Terra com os elementos químicos necessários para a origem vida.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Exitosa, a missão trará a maior amostra extraterrestre desde as coletadas na Lua nas missões Apollo meio século atrás. A previsão é que a sonda chegue à Terra com o que coletou em 2023. 

Anúncios