Anúncios

A NASA, a agência espacial americana, divulgou informe ontem em que afirma que o El Niño parece se formar no Pacífico e que as condições se assemelham a 1997, ano em que o episódio do fenômeno foi um dos mais fortes do século XX, um Super El Niño. Os mapas abaixo mostram a media de altura da superfícue do mar no começo de maio de 1997 e 2014. As áreas em vermelho e laranja indicam onde as águas estão mais quentes e acima do nível normal. A altura da superfície do oceano é um bom indicador do calor da água. À medida que o mar aquece, o nível da superfície aumenta e o contrário se dá quando há resfriamento, resultado de expansão e contração térmica. As moléculas em águas mais quentes estão mais distantes uma das outras na comparação com águas mais frias. Alturas da superfície acima da média indicam El Niño e abaixo de La Niña.



Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas


 “O que estamos vendo agora se assemelha a 1997 e se o padrão seguir poderemos ter um significativo El Niño no segundo semestre deste ano”, disse o pesquisador Eric Lindstrom, da oceanografia da agência espacial norte-americana. A MetSul Meteorologia ainda enxerga com relativa cautela as comparações com 1997 e as previsões de que o Pacífico se encaminha neste ano para ter uma repetição de um evento de Super El Niño, como no final da década de 90. É preciso ter em mente que nenhum evento do fenômeno El Niño é igual ao outro e já de largada são observadas algumas diferenças com 1997. Na primeira semana de maio daquele ano, a anomalia de temperatura da superfície do mar (TSM) era 0,3ºC mais alta que agora no Pacífico Central e Leste. A anomalia de TSM na chamada região Niño 3.4 foi de 0,8ºC no início de maio de 1997 enquanto agora, na mesma data, foi de 0,5ºC. O evento canônico (clássico) de Super El Niño de 1997 foi muito intenso no Pacífico Leste e após se expandiu para o Pacífico Central. Na região Leste do Pacífico Equatorial, na chamada região Niño 1+2, em 7 de maio de 1997 a anomalia de TSM chegava a impressionantes +2,2ºC ao passo que agora, na mesma data, foi de 1,2ºC (próximo dado semanal deve indicar valor mais alto). Na próximas semanas se terá uma ideia muito melhor sobre a potencial intensidade do El Niño de 2014, caso este venha a se confirmar, o que hoje é o mais provável para a quase totalidade da Meteorologia mundial. Fique, assim, ligado conosco.

Anúncios