Anúncios

Muita chuva é registrada em Santa Catarina desde o começo deste domingo (27) em diversas localidades do Leste catarinense. A chuva provocou alagamentos em Porto Belo, Balneário Camboriú, Bombas e outras localidades. Fortes áreas de instabilidade se formaram com o fluxo de umidade vindo do oceano encontrando ar mais quente vindo do Oeste.

As precipitações são por vezes torrenciais, trazendo elevados volumes de chuva em curto período, o que favorece alagamentos e inundações repentinas. Os acumulados de chuva em 24h até o meio da tarde deste domingo chegavam a 152 mm em Bombinhas (Bombas), 112 mm em Florianópolis (Rio Vermelho), 100 mm em Porto Belo, 84 mm em Itajaí, e 81 mm em Camboriú.

A MetSul Meteorologia havia antecipado o risco de chuva forte no Leste catarinense neste fim de semana e adverte que devem ser esperados novos episódios de precipitação intensa na região. O risco de chuva localmente excessiva a volumosa segue no restante deste domingo e prossegue ainda na segunda-feira. Estas novas ocorrências, que em alguns pontos podem resultar até em volumes extremos de chuva, devem provocar mais alagamentos e inundações. Há uma especial preocupação com a possibilidade de quedas de barreiras e deslizamentos de terra.

O mapa acima do modelo WRF, disponível ao assinante na seção de mapas, mostra a chuva acumulada projetada em 72 horas até 21h de terça. Observa-se a tendência de elevados volumes de chuva localizados no Leste de Santa Catarina e também no Leste do Paraná, além do Sul e do Leste de São Paulo.

Assim, o risco de chover intensamente neste começo de semana não só vale para Florianópolis como também se aplica a Curitiba, e outros pontos do Leste paranaense, assim como a cidade de São Paulo e outras localidades do Sul e do Leste paulista, o que inclui o litoral de São Paulo.

Anúncios