Anúncios

A Marinha do Brasil emitiu um novo comunicado no começo da noite deste sábado que reiterou o aviso sobre a possibilidade de formação de um ciclone subtropical em alto mar, na altura do litoral do Sul do Brasil.

De acordo com o comunicado da Marinha brasileira, “existem condições atmosféricas favoráveis à formação de um ciclone subtropical no Oceano Atlântico, sobre a área marítima Sul, em alto mar, a 450 milhas náuticas do litoral de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, sem previsão de impacto sobre a região costeira”.


O boletim da área de Meteorologia da Marinha ressalta ainda que “a atuação deste sistema meteorológico poderá causar ventos ciclônicos, sustentados sobre o mar, de até 47 nós (aproximadamente 88 km/h) com rajadas e ondas de até quatro metros na área oceânica Sul até a noite do dia 28 de dezembro”.

A MetSul reforça a informação constante no boletim da Marinha de que não são esperados impactos relevantes no continente deste ciclone, uma vez que a sua formação se dá em alto mar e a uma grande distância da costa e com tendência de se afastar ainda mais da área continente nos próximos dias. O risco existe para embarcações em alto mar e que podem enfrentar condições de tempestade com chuva forte e muito vento.


O último ciclone subtropical registrado na costa Brasileira foi Mani, no final do mês de outubro, nos litorais do Rio de Janeiro e do Espírito Santo. Foi o segundo ciclone do tipo subtropical na costa do Brasil neste ano. Se este terceiro se formar no mar, na altura do litoral do Sul do Brasil neste fim de semana receberá o nome Oquira. A Marinha do Brasil possui uma lista de nomes previamente estabelecida com nomes indígenas para designar os ciclone anômalos, subtropicais ou tropicais, no litoral brasileiro.

Anúncios