Anúncios

Repetindo o padrão do mês fevereiro no mês de março, até ontem dia 27, a precipitação teve desvio positivo nos municípios da Metade Norte do Estado. Segundo rede de dados do INMET os maiores acumulados se concentraram entre o Alto Uruguai e o Noroeste do Rio Grande do Sul com acumulados perto de 200 mm o que ainda poderá aumentar até o dia 31 com a passagem de uma nova frente fria. Destaca se ainda que em Tupanciretã, no centro/Oeste o volume do mês chegou a 322,6 mm o maior acumulado do Estado até agora, boa parte deste volume se deu no dia 17 quando choveu 129 mm. 


Já no Sul e Oeste, a umidade até esteve presente ao longo gerando nuvens e períodos de nevoeiros e garoa, mas o volume registrado até agora apresenta desvio negativo com acumulados inferiores a 50 mm entre a Campanha e a Zona Sul.

Em relação à temperatura o período teve contrates como é comum neste mês que marca o começo do outono, momento de transição. No começo do mês, no dia 04 a temperatura máxima chegou a 38,1°C em Santa Cruz do Sul, 17 dias depois, no dia 21 a menor marca de temperatura foi registrada em Pinheiro Machado, na Zona Sul, com apenas 3,3°C.

NOS PRÓXIMOS DIAS até o fim do mês de março o modelo americano indica que no fim de semana poderá chover devido a atuação de áreas de instabilidade com perspectiva de chuva mal distribuída e irregular em grande parte das regiões. Em algumas cidades é provável que nem chova, portanto o mapa de desvio de chuva para o mês não deve mudar muito do que se apresenta hoje.


Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios