Anúncios

Ar mais frio e seco de alta pressão ingressou pelo interior do continente e favoreceu a ocorrência de neve, pintando de branco mais cedo os Andes nas partes mais altas das províncias argentinas de Tucumán, Salta (foto) e Jujuy.


Como é comum neste cenário de alta pressão continental, área de baixa pressão se formou nos litorais do Sudeste e do Sul do Brasil. Por isso, o tempo seco predominou no Oeste do Sul do Brasil durante o fim de semana com chuva e garoa nas áreas situadas mais ao Leste da região, onde estão as capitais Porto Alegre, Florianópolis e Curitiba.

Com o afastamento da baixa, o tempo seco vai predominar no Rio Grande do Sul ao longo da semana. Até se espera chuva, em especial na segunda metade da semana, mas as precipitações será muito irregulares na distribuição e em grande parte dos casos com baixo volume. Com tempo mais seco e menor nebulosidade, o resfriamento noturno será mais acentuado e as madrugadas vão ter mínimas mais baixas com sensação de frio no começo da manhã em muitas cidades. Os ares do outono vão dão a cara.


Justamente esse resfriamento tende a favorecer tanto nevoeiro como neblina em diferentes pontos, predominantemente localizados, ao longo da semana no território gaúcho. Já as tardes vão ser agradáveis com aquecimento maior esperado para o final da semana e o próximo fim de semana.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios