Anúncios

Temporal com chuva forte, rajadas de vento e queda de granizo atingiu na madrugada de hoje a cidade uruguaia de Salto, no Oeste do país. O temporal foi resultado de fortes áreas de instabilidade que se formaram na região ainda no final da quinta-feira. O mau tempo em Salto trouxe queda de árvores, destelhamentos e alagamentos. A chuva em uma hora foi de 60 mm.



No Rio Grande do Sul, as áreas de instabilidade provocaram chuva na primeira metade de hoje principalmente no Sul e no Oeste. Até 14h, os volumes foram de 28 mm em Santana do Livramento, 40 mm em Dom Pedrito e 22 mm em Bagé. Na maior parte do Estado, ou não choveu ou choveu pouco e de forma isolada. O sol, inclusive, aparece em grande número de cidades, apesar das nuvens, elevando a temperatura. Pelo terceiro dia seguido, as máximas superam 30ºC na Grande Porto Alegre.



Nuvens carregadas atuaram durante a manhã desta sexta-feira no Sul gaúcho enquanto sol aparecia na Grande Porto Alegre

O fim de semana será de tempo instável no Rio Grande do Sul. A instabilidade durante o sábado não deve ser muito organizada e deve até permitir aberturas regionalizadas de sol, com chance de chuva ainda maior nas Metades Sul e Oeste. Não se pode afastar chuva em Porto Alegre neste sábado, sobretudo da tarde para a noite, mas alguns modelos com saídas na tarde de hoje apontam probabilidade mais alta de chuva na Capital somente no domingo. É no domingo que aumenta a possibilidade de chuva em número mais alto de localizados, incrementando-se ainda o risco de pancadas fortes localizadas e de temporais isolados, sobretudo no Oeste. Na segunda, o tempo segue instável com taxas maiores de instabilidade, logo risco maior de temporais isolados, e pancadas de chuva em várias regiões. Mesmo assim, o sol pode aparecer com nuvens em alguns pontos do Rio Grande do Sul na segunda-feira. A temperatura não cairá muito e o ar vai continuar abafado no Estado.  

Anúncios