Anúncios

Uma massa de ar mais frio passou a atuar no Rio Grande do Sul nesta sexta-feira depois da passagem da frente fria de escassa atividade que trouxe chuva em pouca chuva e em poucos lugares. Esta massa de ar frio foi responsável por um dia muito agradável em grande número de cidades gaúchas, além de ter causado vento.

É importante esclarecer para entender. Não pense em massa de ar frio pela mesma lógica do inverno. Se no inverno estes pulsos costumam trazer frio na melhor acepção da palavra, nesta época do ano estas incursões de ar frio trazem dias agradáveis ou menos quentes.


Quando provocam frio é apenas à noite e mais em cidades de maior altitude. E mesmo assim sob a dependência de condições de tempo aberto, vento calmo e ar seco, o que favorece um maior resfriamento noturno. Tal como se viu na quarta-feira, quando chegou a gear em áreas de baixadas do Planalto Sul Catarinense.


Esta incursão de ar frio fez que quase todo o Rio Grande do Sul não alcançasse os 30ºC no dia de hoje. Para se ter ideia, de todas as estações oficiais do Instituto Nacional de Meteorologia no Rio Grande do Sul, somente quatro alcançaram 30ºC e todas mais a Oeste: São Luiz Gonzaga (30,6ºC), Santa Rosa (30,0ºC), Uruguaiana (30,0ºC) e São Borja (30,0ºC).

Mesmo com sol, muitas cidades da Metade Leste sequer chegaram aos 25ºC. Veja os casos de Jaguarão (24,7ºC) e Rio Grande (24,8ºC). Pelotas, Livramento, Caçapava do Sul, Camaquã, Encruzilhada do Sul e Tramandaí tiveram máximas ao redor ou pouco acima de 25ºC. Na Serra, alguns pontos nem atingiram 20ºC, apesar do sol, caso de Canela com 19,9ºC.

Em Porto Alegre, a temperatura máxima no Jardim Botânico foi de 26,9ºC enquanto em Belém Novo, no Sul da cidade, a temperatura não passou de 25,3ºC. A máxima média histórica do mês de dezembro na capital gaúcha é de 30,0ºC.

Vento Sul com rajadas

O ingresso do ar mais frio se deu com vento do quadrante Sul que soprou com rajadas em diversos municípios. Em Porto Alegre, as rajadas de Sul no Aeroporto Salgado Filho ficaram ao redor dos 50 km/h no final da manhã e durante a tarde.

No interior, as estações oficiais indicaram rajadas de vento de 62 km/h no Chuí, 60 km/h em Canguçu, 53 km/h em Bagé e em Mostardas, e 52 km/h em Dom Pedrito e na praia de Torres.

E saiba que o vento vai seguir. Veja nos mapas abaixo com as projeções de vento do modelo europeu para amanhã e domingo como deve seguir por vezes ventoso no Sul e no Leste do Rio Grande do Sul. A previsão é de tempo mais ventoso no domingo que neste sábado.

Nos próximos dias, à medida que aumenta a diferença de temperatura entre o Oeste e o Leste do Rio Grande do Sul e do continente para o oceano, o vento será uma constante com maior força em horas da tarde para a noite. Se hoje soprou mais de Sul, nos dias que estão pela frente soprará mais de Leste.

Temperatura seguirá agradável

O Oeste e o Noroeste do Rio Grande do Sul seguirão com calor e que vai, inclusive, aumentar nos próximos dias com máximas ao redor ou acima dos 35ºC. No Leste do estado, entretanto, pela influência do ar frio na costa, a temperatura vai estar em patamar de conforto térmico.

Este sábado, aliás, vai começar com temperatura baixa na madrugada para a segunda metade de dezembro em muitas cidades. Cidades da Serra e dos Aparados podem ter mínimas de um dígito, logo abaixo de 10ºC. Pode fazer até 12ºC ou 13ºC em pontos da Campanha. No Centro gaúcho e no Noroeste, mínimas em alguns municípios de 12ºC a 14ºC. Na Grande Porto Alegre, as mínimas devem cair abaixo de 15ºC em algumas cidades.

Sobre o tempo mais agradável, tomemos o caso de Porto Alegre como exemplo. As máximas na capital gaúcha devem ficar em torno de 27ºC amanhã, 28ºC no domingo, 29ºC na segunda, 29ºC a 30ºC na terça, 29ºC na quarta, 30ºC na quinta, e 32ºC na sexta-feira da semana que vem. Ou seja, até o final da semana que vem todas as tardes devem ter máximas abaixo ou perto da média histórica das máximas de dezembro na cidade de 30,0ºC.

Anúncios