Anúncios

As imagens de satélite desta quarta-feira da América do Sul chamavam a atenção. O que se via em plena segunda metade de novembro mais parecia uma imagem saída dos arquivos dos dias de maior frio do ano com uma configuração de sistemas meteorológicos típica do inverno do Hemisfério Sul.

Zoom Earth

Na imagem, que é típica das situações que levam a ondas de frio, era possível observar grande ciclone extratropical sobre o Oceano Atlântico, a Leste da província argentina de Buenos Aires, e uma frente fria associada ao ciclone avançando pelo Sul do Brasil com chuva.


O ciclone impulsiona ar seco e frio que começava a melhorar o tempo no Oeste e no Sul gaúcho com o retorno do sol para esta regiões. O sistema no oceano não oferece riscos e tende a se afastar,

Já a massa de ar frio que é impulsionada pelo ciclone se faz sentir. Porto Alegre e várias cidades gaúchas experimentam hoje um dia com cara de inverno em plena segunda metade de novembro com céu encoberto, garoa e vento frio.

Às 12h, a temperatura era de 11,3ºC em Canguçu, 12,7ºC em Encruzilhada do Sul, 14,5ºC em São Vicente do Sul, 14,7ºC em Camaquã e 14,8ºC em Santiago. À tarde, a temperatura não passou de 13,5ºC em Encruzilhada do Sul, 15,4ºC em Camaquã e15,5ºC em Canguçu, marcas que poderia se esperar numa tarde típica de inverno.

Na Grande Porto Alegre, o Vale do Sinos teve a tarde mais fria desde o inverno. Temperatura às 15h em Campo Bom era de 17,7°C, a menor no horário desde os 16,1°C do dia 17 de setembro. Já na Capital, o Jardim Botânico registrava 17,9ºC às 15h. No inverno, entre 21 de junho e o dia 22 de setembro, apenas 27 tardes tiveram temperatura inferior no horário em Porto Alegre, o que significa que a tarde de hoje foi mais fria que a maioria das tardes do inverno deste ano.


Na Argentina, o começo desta quarta-feira foi com temperatura muito baixa em razão da atuação da massa de ar frio que na segunda trouxe nevasca na Patagônia. As mínimas caíram abaixo de zero ou ficaram ao redor de 0º C no interior da província de Buenos Aires com -0,9ºC em Tandil, 0,8ºC em Azul e Villa Reynolds, e 0,9ºC em Benito Juárez. Marcas que foram inferiores à observada em Bariloche que teve mínima de 1,7ºC. Ainda na província de Buenos Aires, Mar del Plata anotou 2,9ºC e fez só 3,9ºC no Aeroporto Internacional de Ezeiza, na região metropolitana da capital argentina.

Com a chegada de ar mais seco, as madrugadas desta quarta e dos próximos dias serão frias no Rio Grande do Sul. Na fronteira com o Uruguai, na Campanha e no Sul, as menores marcas ocorrem nesta quinta e na sexta com até 5ºC ou menos em alguns pontos. Na Serra e Aparados, o frio mais intenso na madrugada se dará no fim de semana, quando o tempo vai estar mais aberto e o ar mais seco, uma vez que nuvens e até chuva devem impedir resfriamento maior nesta quinta-feira e na sexta nas áreas de maior altitude do Nordeste gaúcho.

Anúncios