Uma frente fria avança pelo Rio Grande do Sul neste momento e muda o tempo no estado nesta quarta-feira com chuva em diversas regiões e queda de temperatura. A instabilidade que já alcançou o Oeste e o Sul do estado desde cedo avança agora para a Metade Norte.

Imagem de satélite das 11h desta quarta-feira | METSUL

A imagem do satélite meteorológico GOES-16 do Rio Grande do Sul no final da manhã mostrava o sistema frontal avançando pelo estado com aumento de nebulosidade. As áreas de instabilidade de maior intensidade se concentravam no Leste gaúcho.

A chuva se concentrou até o momento em cidades do Oeste, do Sul e parte do Centro gaúcho, onde a frente fria já chegou, sem registro de precipitação na Metade Norte, onde o sistema frontal ainda está por chegar.


Os dados de estações meteorológicas confirmam a expectativa da MetSul de que esta frente traria, no geral, volumes baixos de chuva no Rio Grande do Sul com menos de 10 mm ou 15 mm na maioria das cidades gaúchas.

Os acumulados de chuva em 24 horas até 9h da manhã desta quarta-feira nas estações do Instituto Nacional de Meteorologia foram de 20 mm em Canguçu, 15 mm em Bagé, 10 mm em Rio Grande, 7 mm no Chuí, 6 mm em Mostardas, 5 mm em Livramento, 4 mm em Encruzilhada do Sul e 3 mm em Caçapava do Sul e Quaraí.

No extremo Sul gaúcho, na área da reserva ecológica do Taim, onde a instabilidade foi mais persistente desde ontem, estação meteorológica particular de produtores rurais clientes da MetSul anotou precipitação em 24 horas de 42 mm.


Da tarde para a noite desta quarta, o sistema frontal se desloca pela Metade Norte gaúcha e traz chuva na região de Porto Alegre. Ao avançar para Norte, a frente perde muita atividade e é provável que em alguns municípios mais ao do Norte do Rio Grande do Sul sequer chova com apenas aumento da nebulosidade ou no máximo uma garoa.

A razão principal para esta frente não ser mais ativa e não ter um potencial maior de tempo severo é o gradiente de temperatura entre o ar quente e o ar frio. A massa de ar frio que acompanhará a frente não é de forte intensidade, assim que diminuiu o potencial de temporais fortes e mais amplos.

Agora à tarde, são esperadas marcas menores que de manhã em várias cidades, mas o frio se sentirá mais à noite e não será intenso. No fim do dia, os termômetros devem indicar até 13ºC a 14ºC em Porto Alegre e na região metropolitana. Em pontos do Sul e da Campanha, a quarta termina com marcas abaixo dos 10ºC.

Projeção de temperatura para 21h de hoje do modelo Icon | METSUL

As madrugadas de amanhã e sexta-feira devem ser frias no Rio Grande do Sul sob ar mais seco e frio de alta pressão atmosférica. Conforme o município, a madrugada mais fria será a de quinta ou sexta, mas, no geral, as menores marcas devem ocorrer na sexta-feira.


A área de fronteira com o Uruguai pode ter mínimas de 1ºC a 2ºC em alguns pontos, assim como locais dos Aparados da Serra, logo proporcionando a formação de geada. Porto Alegre deve ter 9ºC no Jardim Botânico amanhã e na sexta, mas em pontos do Sul e do Leste da cidade assim como em algumas cidades da área metropolitana pode fazer 6ºC a 8ºC.