Anúncios

França de Olivier Giroud e Kylian Mbappé torcerá pelo tricampeonato mundial sob efeito ainda de uma poderosa onda de frio que assola o país há uma semana | KIRILL KUDRYAVTSEV/AFP/METSUL METEOROLOGIA

A França de Olivier Giroud e Kylian Mbappé experimenta uma onda de frio para dezembro com força que não se via desde 2010. Desde o início de dezembro, a França está sob a influência do clima de inverno. O frio instalou-se em todo o país no último fim de semana com geadas muito fortes e temperaturas abaixo da média desta época do ano, principalmente no Norte do país.

Fenômenos invernais como neve e chuva congelada foram registrados em várias regiões e ainda são esperados em locais neste fim de semana. Há alertas emitidos pelas autoridades de avalanches nas regiões montanhosas.


Espera-se uma queda acentuada das temperaturas em todo o país até a manhã deste domingo da final da Copa do Mundo, antes de um período ameno generalizado que é projetado para o início da semana.

Desde ontem, a França passou a sofrer a influência de uma área de alta pressão ao Norte e ao Oeste, mantendo o frio. Persiste a neve na região dos Alpes e no Maciço Central com os últimos flocos. Já a chuva persiste na Córsega. As temperaturas baixaram significativamente em todo o país com o retorno do frio ao Sul, com exceção de algumas cidades mediterrânicas.


Hoje, o sol predomina na França e a atmosfera está gelada em quase todos os lugares, especialmente nos locais que continuam cobertos de neve no quadrante Nordeste, onde as geadas foram severas.

Neste domingo da final contra a Argentina de Messi, depois de fortes geadas matutinas, a temperatura rapidamente sobe, em especial nas regiões mais a Leste durante a noite de domingo para segunda-feira. Na próxima semana, as temperaturas subirão significativamente acima do normal para a estação. O tempo estará ensolarado na segunda-feira, exceto em direção à Bretanha e ao Cotentin, bem como perto do Mediterrâneo.

A onda de frio que assola a França é muito forte. “Trata-se de uma onda de frio notável, caracterizada por uma temperatura média próxima de 1°C no país desde o último sábado (10 de dezembro), ou seja, cerca de 5 a 6°C abaixo das referências sazonais. Esses dias frios tornaram-se cada vez mais raros na última década. Sem atingir valores excecionais, este episódio de frio notável é particularmente acentuado Norte do país”, descreveu o serviço de Meteorologia da França Meteo France.

Nos últimos 50 anos, o número de dias em dezembro com um indicador térmico nacional de 5 graus abaixo do normal é na maioria das vezes inferior a 5 dias (por ano). Esses dias foram ainda mais raros nos últimos dez anos: há apenas 3 dias em dezembro em todo o período: 31 de dezembro de 2016, 29 de dezembro de 2014 e 12 de dezembro de 2012.

O acontecimento mais significativo de frio em dezembro continua a ser o de 2010 com três episódios de frio que representaram um total de 11 dias com temperaturas pelo menos 5ºC abaixo do normal em todo o país.

“Episódios de frio intenso ainda são possíveis em um contexto de aquecimento global. Por outro lado, estatisticamente, as ondas de frio intensas são menos frequentes, mais curtas e menos intensas”, escreveu o Meteo France. Os meses mais frios de dezembro ocorreram todos antes de 1970: 1933, 1917, 1940, 1950, 1969, 1962, 1963, 1946, 1906. Dezembro de 2010, o mês mais frio mais recente, foi o décimo mais frio na França desde 1900.

Anúncios