Anúncios

O que se testemunhou no final da madrugada e no amanhecer de hoje em localidades da Serra Gaúcha, Aparados da Serra e Planalto Sul Catarinense foi espantoso. Diferenças grandes de temperatura entre microclimas locais não chegam a ser raras ou novidade, mas hoje estas foram gigantescas. Quase inacreditáveis. Tanto que houve gente indagando em nossas redes sociais se a estações estavam calibradas ou informando corretamente dados. Às sete da manhã, em São Joaquim (SC), cidade com variações de relevo e que possui várias estações meteorológicas, fazia 2,6ºC abaixo de zero no Pericó, 0,9ºC negativo na sede da empresa Climaterra, 7ºC no distrito do Cruzeiro e 12,4ºC na estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), onde a umidade era de apenas 8%. Entre a estações do Inmet e da Climaterra, ambas instaladas dentro da área urbana e distantes apenas dois quilômetros uma da outra, a diferença de temperatura era de incríveis 13,3ºC na mesma hora.



No mesmo Planalto Sul Catarinense, às 7h da manhã fazia 5ºC abaixo de zero na cidade de Urupema (1300 metros de altitude), com muita geada (fotos acima da Prefeitura), porém no mesmo horário a temperatura era de 11,8ºC com máxima de 12,2ºC na hora anterior, o que significa uma diferença instantânea de 17ºC dentro de uma mesma região geográfica. Interessante também que enquanto fazia 12ºC no ponto mais alto de Santa Catarina ao amanhecer, em Florianópolis, ao nível do mar, a temperatura na mesma hora era de 8,9ºC na estação do Inmet-São José e de 9ºC no Aeroporto Hercílio Luz (SBFL).

No Rio Grande do Sul, as diferenças de temperatura entre microclimas locais em áreas de relevo não alcançaram os valores absurdos verificados em Santa Catarina, mas na Serra e nos Aparados as variações de temperatura foram enormes e atípicas. Comecemos por São José dos Ausentes. A estação do Instituto Nacional de Meteorologia na cidade que está no alto de um morro acusava 8,2ºC, porém outra estação na cidade em ponto mais baixo apontava na mesma hora 2,1ºC abaixo de zero, diferença de 10,3ºC dentro do mesmo município. Já em Farroupilha, estação junto à Malharia Anselmi, na área urbana (ponto alto) acusava às 7h temperatura de 10,2ºC, porém no Vale da Vicentina, igualmente em Farroupilha, contudo em ponto mais baixo, na mesma hora a temperatura era de 1,0ºC negativo, o que significa uma diferença de 11,2ºC dentro do mesmo município. Em Canela, na baixada junto ao Parque do Caracol, a temperatura às 7h era de 1,0ºC negativo, mas na estação do Inmet que está junto ao aeroporto (local mais alto) os termômetros apontavam 7,9ºC com máxima de 9,6ºC na hora anterior.


Dois Irmãos, na subida da Serra Gaúcha, teve um belo e muito frio amanhecer ensolarado nesta quinta – Foto de Tiago Marcel

Pelo segundo dia seguido os três estados do Sul tiveram temperatura abaixo de zero. No Paraná fez 1,1ºC negativo em São Mateus do Sul. Santa Catarina registrou 5,3ºC abaixo de zero em Urupema. No Rio Grande do Sul, a mínima foi de 2,7ºC abaixo de zero em São José dos Ausentes, a menor até agora no ano no Estado, a segunda negativa seguida na cidade e a terceira abaixo de zero neste ano no município dos Campos de Cima da Serra. Em Porto Alegre, a temperatura mínima foi de 5,0ºC na estaÇào do Lami, a menor até agora em 2013 na Capital. Já na Grande Porto Alegre geou pelo segundo dia seguido.



As diferenças de microclima de hoje se explicam de forma simples por dois motivos. Um, ar muito seco em altitude que trouxe valores de ponto de orvalho perto de 30ºC abaixo de zero para o Morro da Igreja e valores de umidade relativa do ar raríssimos no período da noite de um dígito no Planalto Sul Catarinense. Dois, ingresso de ar mais quente em altura. Com céu claro, ar muito seco e vento calmo opera-se um enorme resfriamento à noite. O ar mais frio, denso e pesado escoa para baixadas e vales. Pontos altos próximos recebem ar mais quente que avança em altitude e acabam se acentuado enormemente as variações microclimáticas. As madrugadas de amanhã e sábado devem repetir as grandes diferenças de microclimas no Rio Grande do Sul e Santa Catarina com muito frio ainda nas baixadas e fundos de vales, até com marcas negativas, e temperatura bem mais alta em pontos próximos. As máximas continuam em elevação e as tardes serão agradáveis. Amanhã e sábado, haverá cidades com máximas entre 27ºC e 29ºC no Estado. O sol predomina ainda amanhã no território gaúcho, mas com um maior número de localidades apresentando nevoeiro entre a madrugada e o começo da manhã.

Anúncios