Anúncios

Ciclone extratropical na Costa Oeste dos Estados Unidos | CIRA/CSU

A Costa Oeste dos Estados Unidos enfrenta episódio de chuva excessiva na primeira de duas fortes tempestades que fazem parte de uma condição meteorológica conhecida localmente como “Expresso do Abacaxi” ou “Pineapple Express”, que estava destruindo estradas e provocando alertas de enchentes.

Um rio atmosférico associado a um enorme ciclone extratropiocal na costa despejava fortes chuvas e neve sobre uma ampla faixa da região, transportando umidade tropical do oceano perto do Havaí – um fenômeno que leva o nome da fruta tropical que cresce nas ilhas.


O Norte da Califórnia foi atingido na quarta-feira, deixando as ruas de São Francisco inundadas depois que até 25 mm de chuva caíram em uma hora. Na manhã de quinta-feira foi a vez do Sul da Califórnia, com Los Angeles e arredores sendo atingidos.

As imagens mostravam as principais estradas da cidade completamente alagadas, enquanto um trecho de quilômetros da pitoresca Pacific Coast Highway foi fechado. A televisão local mostrou carros submersos em um cruzamento onde os esgotos da cidade ficaram sobrecarregados.


Esperava-se que as montanhas no Sul da Califórnia recebessem até meio metro de neve com a cordilheira de Sierra Nevada sob forte nevasca. A neve nas montanhas é crucial para o abastecimento de água da Califórnia.

Os meteorologistas alertaram que o dilúvio de quinta-feira foi apenas o primeiro com condições meteorológicas ainda mais extremas esperadas nos próximos dias. O Serviço Meteorológico Nacional disse que “a maior tempestade da temporada” provavelmente começaria no domingo.

“Embora o momento exato, as taxas de chuva e os valores ainda sejam incertos, é muito provável que este seja um sistema grave de tempestades de dois a três dias”, disse o NWS.

“As estimativas iniciais indicam quantidades generalizadas de chuva excessiva para altitudes mais baixas e provavelmente o dobro da precipitação nas montanhas voltadas para o Sul”, advertiu. Isso poderia causar problemas graves, incluindo deslizamentos de terra e inundações em toda a área.

A Costa Oeste enfrentou um inverno difícil no ano passado, quando uma série de rios atmosféricos despejou enormes volumes de chuva e quantidades recordes de neve, encerrando anos de seca. Foi o que causou inundações generalizadas e interrupções nas estradas, bem como problemas na rede elétrica. Mas também reabasteceu reservatórios que tinham secado e atingiram mínimos históricos após anos de seca intensa.

Embora o tempo úmido não seja incomum durante os invernos da Califórnia, os cientistas dizem que as alterações climáticas causadas pelo homem estão a alterar os padrões climáticos do planeta. Afirmam que as tempestades ficam mais violentas ao mesmo tempo que os períodos de seca acabam sendo mais quentes e mais longos. Neste ano, o El Niño atua e a Califórnia costuma sofrer sob fortes chuvas com o fenômeno.

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.

Anúncios