Anúncios

Torcedores do Boca Juniors são refrescados com jatos de água devido ao calor intenso durante partida da Copa da Liga Argentina de Futebol Profissional contra o Sarmiento, no estádio Pedro Bidegain, em Buenos Aires | ALEJANDRO PAGNI/AFP/METSUL METEOROLOGIA

Dez províncias da Argentina foram colocadas em alerta vermelho nesta sexta-feira pelo Serviço Meteorológico Nacional (SMN) devido à onda de calor extremo que atinge o país há vários dias. Grande parte do Centro, Oeste e Norte do território argentino encontra-se sob alerta por temperaturas extremas.

As áreas sob alerta vermelho, que nos últimos dias vinham se concentrando mais ao Sul e ao Oeste, foram ampliadas nesta sexta para mais pontos do Centro da Argentina. Entre as áreas que foram incluídas no nível máximo de advertência pela alta temperatura está a cidade de Buenos Aires e sua área metropolitana.


A Argentina registrou ontem seu oitavo dia seguido com máxima acima de 40ºC no país. As maiores temperaturas da quinta-feira foram de 43ºC em Rivadávia; e 41,2ºC em La Rioja e Santiago del Estero. Mais cedo na semana, os termômetros chegaram a indicar no último dia 30 de janeiro máximas tão altas quanto 44,5ºC em Rivadávia; 42ºC em Las Lomitas; e 41,7ºC em Santiago del Estero.

O calor aumentou muito durante a quinta-feira na região metropolitana de Buenos Aires. A temperatura máxima ontem no Aeroporto Internacional de Ezeiza foi a 38,6ºC. No observatório central da cidade de Buenos Aires, a temperatura máxima alcançou 37,9ºC à tarde.


A previsão da MetSul Meteorologia indica que o calor seguirá forte a intenso na região de Buenos Aires ao menos até quarta e quinta-feira da semana que vem. Neste fim de semana, depois de um sábado tórrido, pode haver um breve alívio no domingo antes do retorno das máximas muito elevadas na capital na segunda.

Uma grande massa de ar seco e quente, um domo de calor, associado a um centro de alta pressão em altitude, no Centro da Argentina, proporciona a longa sequência de dias com tempo firme e quente.

Como o calor mais intenso se concentra na Argentina, os efeitos no Rio Grande do Sul se dão mais na Metade Oeste do estado, embora faça calor também em outras regiões como os vales e a Grande Porto Alegre. A quinta-feira teve temperaturas máximas de 36,1ºC em Quaraí e 35,6ºC em Uruguaiana.

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.

Anúncios