Anúncios

A MetSul Meteorologia alerta que muitas áreas vão seguir alagadas em cidades cortadas pelo Rio dos Sinos hoje e no fim de semana, especialmente entre Campo Bom e Canoas. O Sinos baixa na maior parte da bacia, entretanto segue em nível muito alto. O nível na régua da Corsan medido às 7h da manhã de hoje estava em 7,70 metros, com uma baixa de apenas 7 cm em relação à leitura das 19h de ontem e recuo de tão-somente 13 cm no intervalo de 24 horas. O valor desta manhã é só 23 cm abaixo do pico da atual cheia e apenas 10 cm inferior ao registrado na grande enchente de maio de 2008. Em São Leopoldo, na régua da SEMAM, o Sinos recuou para 5,8 metros no começo da manhã de hoje contra 6,10 metros na mesma hora ontem.



Enchente do Rio dos Sinos atinge áreas mais baixas e cobre de água parte da Vila Osório na cidade de Esteio – Julio Sal


Alagamento nas lateriais da BR-116 provocado pela cheia do Sinos causa grande congestionamento – Reprodução/RBSTV

Com isso, mesmo baixando, o rio seguirá muito alto e com grande número de áreas inundadas na Grande Porto Alegre, no eixo da BR-116 (Canoas-Campo Bom). Entre as áreas na bacia do Sinos que seguem hoje com muita água está Esteio, onde continua o alagamento nas laterais da BR-116. Alguns bairros, como a Vila Ezequiel, são bastante castigados pela inundação.


Enorme área apresenta alagamentos entre as cidades de Canoas e Nova Santa Rita / Vinicius Carvalho/GES

O pico da cheia entre hoje e amanhã se dará na área de Canoas. A situação é crítica entre Canoas e Nova Santa Rita com muitas áreas alagadas e que vão seguir debaixo d’água até o início da semana que vem. Em Canoas, o quadro é mais delicado em três pontos: Rua Berto Círio, Rua da Barca e a Prainha de Paquetá. A galeria de imagens abaixo, com fotografias da equipe do jornal parceiro Diário de Canoas, mostra como a cheia dos Sinos alaga partes de Canoas e Nova Santa Rita.


[galeria:28]

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Já o Guaíba, em Porto Alegre, continua baixando. Ontem à noite estava em 2,15 metros após ter atingido um pico de 2,28 metros na quarta e nesta manhã o nível tinha caído ainda mais para 2,04 metros. O nível é alto, mas apresenta baixa progressiva. A cheia nas ilhas cessa nas próximas 24/36 horas. A MetSul tranqüiliza que a chuva prevista para este fim de semana no Estado será muito irregular e não deve trazer repique das cheias. Nas áreas atingidas pelas cheias na Grande Porto Alegre, o sol aparece com nuvens no sábado e faz calor à tarde perto de 30ºC. Já o domingo tem muitas mais nuvens e abafamento com chance de chuva no decorrer do dia.

Anúncios