Anúncios

Tiago Giordano

A chuva, que começou ainda no sábado em algumas áreas, tomou conta de grande parte do Rio Grande do Sul hoje. A distribuição dos volumes foi muito irregular, contudo algumas cidades registraram volumes muito altos no fim de semana. Até o começo da noite de hoje, a estação do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) em Cruz Alta tinha anotado 111 mm na soma de ontem e hoje. Outras estações acusaram ainda 95 mm em Tupanciretã, 92 mm em Nonai, 90 mm em Santa Bárbara do Sul, 78 mm em Itaqui, 75 mm em Erechim, 62 mm em Sarandi e 60 mm em Jóia. Vários municípios das áreas agrícolas da Metade Norte tiveram volumes ao redor dos 50 mm. No Sul gaúcho, várias cidades tiveram pouca chuva.


A chuva veio acompanhada de temporais localizados em alguns pontos, caso de Sarandi (foto) que teve rajadas de vento superiores a 70 km/h. Estações do Inmet acusaram rajadas de 127 km/h em Tupanciretã, 75 km/h em Passo Fundo, 68 km/h em Santo Augusto, 64 km/h em Soledade, 63 km/h em Mostardas e 62 km/h no Chuí. Vendaval no interior de Soledade derrubou árvores e causou destelhamentos. Em Dois Lajeados, na Serra, temporal com chuva torrencial provocou o transbordamento de córrego que corta o município.


A semana que começa vai ser marcada pela instabilidade. Apesar de períodos de sol, grande parte dos dias terá registro de chuva. Os maiores acumulados são esperados do Centro para o Oeste e o Norte do Estado, onde os volumes só desta semana podem ser muito elevados a ponto de ficarem entre 100 mm e 200 mm em muitas cidades e acima de 200/250 mm em algumas com acumulados pontuais superiores. Os dias mais instáveis são previstos até quarta-feira, com chuva muito mais localizada entre quinta e sexta, mas no próximo fim de semana a chuva volta a se espalhar pelo Estado e com acumulados altos em algumas cidades.

Anúncios