Anúncios

Joe Bradshaw/Bureau of Land Management/NOAA

Os Estados Unidos tiveram o mês de dezembro mais quente da sua história com temperatura média nos 48 estados contíguos (exclui Alasca e Havaí) que ficou 3,7ºC acima do normal histórico, superando o dezembro mais quente até então em 2015. Conforme a NOA, dez estados norte-americanos (Alabama, Arkansas, Kansas, Louisiana, Mississippi, Missouri, Nebraska, Novo México, Oklahoma e Texas) tiveram o dezembro mais quente já registrado.

Em 2021, a temperatura média no país se situou 1,4ºC acima da média no quarto ano mais quente do período de registros de 127 anos. Os seis anos mais quentes ocorreram desde 2012. Maine e New Hampshire tiveram seu segundo ano mais quente com 19 outros estados adicionais no Nordeste dos Estados Unidos, Grandes Lagos, Planícies e Oeste norte-americano experimentando um dos cinco anos mais quentes até hoje. No Alasca, o ano foi o mais frio desde desde 2012.


A precipitação nos 48 estados contíguos ficou um pouco acima da média. Massachusetts teve seu nono ano mais chuvoso enquanto Montana ficou em nono lugar mais seco. De acordo com o Monitor de Seca da NOAA, a área sob seca permaneceu bastante significativa e estável durante grande parte de 2021 com uma extensão mínima de 43,4% ocorrendo em 25 de maio e cobertura máxima do território de 55,5% em 7 de dezembro.

O ano de 2021 foi marcado por extremos nos Estados Unidos, incluindo calor excepcional, tempo severo devastador e o segundo maior número de desastres climáticos com danos de bilhões de dólares já visto. O país também viu um ano de muitos incêndios florestais em todo o Oeste e o Atlântico Norte anotou a terceira temporada de furacões mais ativa já registrada.


No ano passado, os Estados Unidos sofreram 20 desastres climáticos com danos de ao menos um bilhão de dólares que mataram pelo menos 688 pessoas. Os 20 eventos colocaram 2021 em segundo lugar para o maior número de desastres registrados em um ano civil, atrás apenas recorde de 22 em 2020.

Em 2021, dentre os eventos com danos de ao menos um bilhão de dólares, houve uma onda de frio com tempestade de inverno no Sul e no Texas, episódio de fogo (incêndios florestais no Oeste do Arizona, Califórnia, Colorado, Idaho, Montana, Oregon e Washington), um evento de seca e onda de calor (verão e outono no Oeste), dois eventos de inundação (na Califórnia e Louisiana), três ondas de tornados (incluindo as de dezembro), quatro ciclones tropicais (Elsa, Fred, Ida e Nicholas) e oito episódios de tempo severo (incluindo o derecho do Meio-Oeste de dezembro)

Os danos de todos estes desastres totalizaram aproximadamente 145 bilhões de dólares. O valor excede o dano total de 102 bilhões dos 22 eventos em 2020. Somente a tempestade Ida trouxe danos em 2021 de 75 bilhões de dólares ao atingir a Costa do Golfo como um furacão e depois trazer inundações no Nordeste norte-americano.

Anúncios