Cuiabá teve ontem (30) a maior temperatura da sua história. A temperatura máxima, confirmada no final do dia pelo Instituto Nacional de Meteorologia, chegou a impressionantes 44,0°C. O calor tem sido tão extraordinário que a capital do Mato Grosso, com registros desde 1911, já quebrou seu recorde absoluto de máxima diversas vezes neste ano.

Não foi, contudo, apenas Cuiabá a ter tido a maior máxima já anotada entre as capitais do Centro-Oeste. Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, também teve quebra de recorde com máxima de 40,8°C na tarde da quarta-feira. A estação está operacional desde 1975.


No interior do Mato Grosso do Sul, diversos municípios anotaram as máximas absolutas de suas séries históricas. Em Paranaíba, pelo segundo dia consecutivo houve recorde com 42,8°C. A estação tem dados desde 1971. 

Em Água Clara e em Coxim, a máxima alcançou os 44,1°C, configurando novo recorde histórico de temperatura máxima para todo o estado de Mato Grosso do Sul, considerando a base disponível dentre as estações meteorológicas oficias convencionais e automáticas do Inmet.


Até ontem, recordes oficiais de temperatura no estado contavam com máximas de 43,8°C em Corumbá em 15/11/1962, de 43,0°C em 16/11/1962 e de 42,9°C em Coxim em 15/10/2014.