Seguidores da MetSul Meteorologia nas redes sociais relataram e as imagens de satélite confirmam. O Norte do Rio Grande do Sul e o Oeste de Santa Catarina estão tomados por fumaça de queimadas nesta manhã. Um corredor de fumaça avança da região da Amazônia até o Sul do Brasil e no caminho é reforçado por muita fumaça do enorme número de queimadas que está se registrando no Centro-Oeste, na Bolívia, no Norte da Argentina e no Paraguai.


A fumaça é perceptível pelo aspecto fosco do céu que parece nublado, mas está em uma maior altitude e na maioria dos locais não traz ameaça para saúde, diferentemente do que ocorre nos locais próximos da emanação do material particulado, como é o caso do Centro-Oeste. Hoje cedo, as imagens do nascer do sol foram impressionantes na cidade de Venâncio Aires com nuvens e fumaça dando um aspecto incomuns no começo da manhã. As fotografias são de Douglas Becker.


Somente nos primeiros nove meses deste ano, as queimadas no Pantanal já superaram em 82% toda a queima observada no ano passado inteiro e com um novo recorde anual histórico. Apenas no dia de ontem, o bioma teve mais de 600 focos de calor. O número de queimadas explodiu nesta semana no Norte da Argentina, no Paraguai e no Centro-Oeste com a onda de calor excepcional e recorde que traz máximas acima de 44ºC e umidade relativa do ar abaixo de 10% em alguns pontos.