Anúncios

Onda de calor terá reflexos na Grande Porto Alegre com maior aquecimento previsto na região metropolitana para o final desta semana na capital e outras cidades da região | ROSINARA FERREIRA

Uma grande onda de calor afeta a Argentina, o Uruguai, o Paraguai e parte do Sul do Brasil nesta segunda metade da semana. No território argentino, a temperatura já supera os 40ºC por três dias seguidos em algumas províncias. No Oeste gaúcho, a temperatura na tarde da terça atingiu 38ºC em algumas estações.

Na Grande Porto Alegre, embora as tardes estejam quentes, o forte calor ainda não chegou. E a boa notícia para quem não gosta de altas temperaturas é que os efeitos da onda de calor na região metropolitana da capital gaúcha serão mais limitados.


Enquanto na tarde de ontem a temperatura atingia marcas muito altas que variaram de 36ºC a 38ºC no Oeste e no Noroeste do Rio Grande do Sul, as máximas chegaram a apenas 30ºC em Porto Alegre e a 32ºC no Vale do Sinos.

Hoje, a previsão é de máximas de 37ºC a 39ºC para o Oeste e o Noroeste gaúcho, mas na área metropolitana de Porto Alegre não aquece excessivamente. As máximas à tarde devem ficar em torno de 30ºC a 31ºC na capital e ao redor de 32ºC a 33ºC no Vale do Sinos.


O calor ganha força mesmo na Grande Porto Alegre é a partir desta quinta-feira à medida que o ar mais quente do Oeste começa finalmente a avançar mais para o Leste gaúcho com gradual elevação da temperatura e tardes mais quentes. As máximas nesta quinta devem ficar ao redor de 34ºC a 35ºC em Porto Alegre e podem atingir 36ºC a 37ºC no vale.

Na sexta, a temperatura sobe ainda mais na região metropolitana. A previsão do tempo da MetSul Meteorologia indica máximas de 36ºC a 37ºC para Porto Alegre e entre 37ºC e 38ºC no Vale do Sinos durante a tarde.

O sábado terá marcas semelhantes ou até mais altas com máximas de 36ºC a 37ºC na área de Porto Alegre e de 37ºC a 39ºC no Vale do Sinos e outros pontos da região metropolitana. Maior aquecimento dependerá de ocorrência de instabilidade, uma vez que não se descarta chuva forte ou temporal isolado na região na tarde de sábado.

No domingo, o calor deve ser menos intenso e o abafamento maior por conta do aumento da umidade relativa do ar com maior presença de nuvens. Por isso, as máximas devem ficar em torno de 33ºC a 34ºC em Porto Alegre e podem atingir 35ºC ou mais no vale. É alta a chance de chuva da tarde para a noite que pode ser localmente forte, não se descartando temporal.

Não se espera, assim, o registro de máximas históricas ou recordes para dezembro na Grande Porto Alegre. A maior máxima já registrada no mês em Campo Bom desde o início dos registros em 1984 foi de 41,0ºC em 31 de dezembro de 2019. Já a maior máxima na primeira quinzena de dezembro na cidade foi de 40,0ºC, em 2 de dezembro de 1994 e 12 de dezembro de 1994.

Na segunda-feira, a onda de calor terá o seu ponto final na Grande Porto Alegre pela chegada de uma frente fria que trará muitas nuvens e chuva no decorrer do dia que tem alto risco de ser forte a intensa em alguns momentos com trovoadas, não podendo se afastar temporal com vento ou granizo.

Anúncios