Enchente atinge dezenas de cidades no Acre | PREFEITURA DE ASSIS BRASIL

A semana que começa terá chuva volumosa em pontos do Norte, Nordeste e o Sul do Brasil. As precipitações devem trazer transtornos em alguns locais e agravar problemas já existentes, mas em um estado a chuva pode significar alívio diante de semanas com queimadas muito acima do normal para esta época do ano. São cinco locais do Brasil que  nesta semana estamos mais atentos.

Enchente no Acre – O governo do Acre decretou situação de emergência em dezessete municípios atingidos pelas enchentes em rios e igarapés. O decreto é válido para os municípios de Assis Brasil, Brasileia, Capixaba, Cruzeiro do Sul, Epitaciolândia, Feijó, Jordão, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Plácido de Castro, Porto Acre, Porto Walter, Santa Rosa do Purus, Sena Madureira, Tarauacá, Xapuri, e a capital Rio Branco.

As enchentes deixam milhares de pessoas fora de casa no Acre. Na cidade de Jordão, 80% da zona urbana foi tomada pela água e a prefeitura decretou calamidade pública. Assis Brasil e Brasiléia têm mais de 3,2 mil desabrigados e desalojados. Em Jordão, são mais de cinco mil pessoas afetadas.


A previsão da MetSul Meteorologia indica mais uma semana de tempo chuvoso no Acre e com períodos de chuva forte. As precipitações tendem a complicar a situação das várias comunidades afetadas e elevar ainda mais os níveis dos rios.

Queimadas em Roraima – A chuva deve aumentar nesta semana em Roraima, sobretudo no Oeste e no Sul do estado, mas não atingirá com altos volumes todas as áreas. O tempo mais seco dos últimos dias agravou muito a situação das queimadas e fez com que o estado do Norte do Brasil registrasse mais de um quinto de todas os focos de calor do país neste mês.

Chuva no Nordeste – Fortaleza, no Ceará, teve uma madrugada de chuva intensa e com raios na madrugada desta segunda-feira, o que provocou alagamentos. A tempestade fez com diversos voos fossem desviados e cancelados no Aeroporto de Fortaleza por razão de segurança.


Vem mais chuva forte nesta semana para o Nordeste do Brasil. Os maiores volumes tendem a ocorrer no Maranhão, Norte do Piauí, Ceará e em diversos pontos do Rio Grande do Norte e da Paraíba. A chuva pode ser por vezes intensa em pontos dos litorais da Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí e Maranhão, inclusive em cidades como Natal, Fortaleza e São Luís.

Rio de Janeiro – A última semana teve chuva extrema com inundações em cidades do estado do Rio de Janeiro que deixaram sete vítimas. A semana que começa, contudo, deve ter mais horas de sol e menos chuva. Os dias serão mais quentes e alguns de forte calor. Pancadas de chuva isoladas ainda ocorrem e, pelo calor, podem ser forte, mas o cenário de instabilidade é diferente da última semana.

Chuva no Sul do Brasil – O Sul do Brasil terá dias de instabilidade durante grande parte desta semana. Conforme alerta publicado pela MetSul Meteorologia, a chuva aumenta a partir da tarde e noite de hoje no Rio Grande do Sul e poderá ser forte em vários pontos durante a terça-feira. A chuva localmente pode ser volumosa. Alguns pontos do Sul do Brasil podem ter apenas nesta semana marcas de 100 mm a 200 mm, mas de forma isolada. Não se antecipa chuva volumosa generalizada. Há ainda o risco pontual de alguns temporais isolados.

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.