Anúncios

Tempestade de neve pintou o Central Park de branco na cidade de Nova York. Nevou mais ontem que em todo o ano de 2023 na maior cidade dos Estados Unidos. | FATIH AKTAS/ANADOLU/AFP/METSUL METEOROLOGIA

Uma tempestade de inverno associada a um ciclone extratropical na costa (N´oreaster) trouxe grande quantidade de neve ontem para cidades do Nordeste dos Estados e a área da Nova Inglaterra. A cidade de Nova York ficou pintada de branco pela primeira vez em anos com acumulado de neve maior um dia no Central Park que em todo o ano de 2023.

A tempestade de neve provocou o fechamento de escolas, cancelamentos de voos, suspensão de atividades judiciárias e problemas no trânsito. No estado da Pensilvânia, um homem morreu em consequência do mau tempo associado à neve.

As companhias aéreas cancelaram mais de 1.220 voos, incluindo 43% de todos os voos operados no Aeroporto de LaGuardia e 28% dos serviços no Aeroporto de Newark, na vizinha Nova Jersey, juntamente com quase um em cada cinco voos no principal centro aéreo de Nova York, o aeroporto JFK, de acordo com o rastreador de aviação Flight Aware.

Em Nova Iorque, as escolas fecharam e “mais de um milhão de estudantes assistiam às aulas à distância” ao final da manhã, anunciou Donald Banks, responsável da educação da cidade, em conferência de imprensa. Foi a primeira vez em dois anos que a neve tornou necessária a utilização de limpa-neves na cidade mais populosa do país – mais de 8,5 milhões de habitantes – segundo as autoridades.


Muitas áreas rurais do Nordeste dos Estados Unidos ficaram completamente isoladas. Os limpa-neves tentavam limpar as estradas enquanto continuava a nevar fortemente com dificuldades de visibilidade. Hampton Township, Nova Jersey, recebeu 33 centímetros de neve, enquanto Chester, no Norte do estado de Nova York, recebeu cerca de 30 centímetros, segundo meteorologistas.

As autoridades de Nova Iorque alertavam para uma forte queda das temperaturas ao final do dia que transformaria a neve em gelo, aumentando o risco de acidentes. Em Manhattan, o Central Park amanheceu sob uma espessa camada branca que levou muitos a sair para desfrutar deste fenômeno que está se tornando menos frequente devido às mudanças climáticas.

A última ocorrência de neve em Nova York datava de 16 de janeiro, depois de 700 dias sem acúmulo de neve de ao menos uma polegada (2,54 cm). No Natal de 2022, a chamada “nevasca do século” deixou mais de um metro de neve no Norte e no Oeste do vasto estado predominantemente rural de Nova Iorque, causando dezenas de mortes. Muitas mortes ocorreram na cidade de Buffalo, na fronteira com o Canadá, a centenas de quilômetros a Noroeste da ‘Big Apple’.

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.

Anúncios