Anúncios

Um centro de baixa pressão vai dar origem hoje a um ciclone extratropical na província de Buenos Aires. O ciclone trará chuva forte e muito volumosa para a província da Argentina, além de fortes rajadas de vento, especialmente em áreas costeiras. 

A frente fria associada ao ciclone avança pelo Rio Grande do Sul no final desta terça e amanhã. As mais recentes saídas dos modelos da madrugada desta terça indicam a possibilidade da frente se intensificar ao avançar pelo Estado amanhã.


Assim, com ar quente na dianteira da frente e uma corrente de jato em baixos níveis atuando, não é possível afastar chuva localmente forte de curta furnace na chegada do sistema e que também  isoladamente ocorram eventos de tempo severo como vendavais na passagem da frente amanhã.

O ciclone será responsável por trazer vento moderado a forte. Inicialmente, nesta terça-feira, o sistema contribuirá para organizar uma corrente de jato em baixos níveis atmosfera com rajadas de vento quente e seco de Norte do Centro para o Oeste do Estado. Amanhã, ar frio impulsionado pelo ciclone ingressará com rajadas do quadrante Oeste e que serão mais fortes na Metade Sul. A região entre o Chuí e Rio Grande deve ter as rajadas mais fortes e que podem ficar entre 70 e 90 km/h. 


Se espera um declínio acentuado da temperatura amanhã com a chegada da frente e fará frio no Estado nas madrugadas de quinta e da sexta, inclusive com geada em algumas regiões, voltando a esquentar muito no fim de semana. Na segunda metade da próxima semana massa de ar polar mais forte chegará ao Sul do Brasil.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios